Quinta-feira, Agosto 13, 2020
Início Análise Jogos Uma solução para o problema das Malas e Competitividade do nosso Campeonato

Uma solução para o problema das Malas e Competitividade do nosso Campeonato

Todos temos visto que há clubes em Portugal que estranhamente jogam sempre mal contra um dos grandes. Isto afecta pontos, estatísticas, e até desgaste dos jogadores ao longo do campeonato.

A verdade desportiva é também em muito condicionada com este facto.

Uma solução em grupos de Quatro

Vamos começar com reduzir o campeonato para 16 equipas, para arranjar tempo e facilitara as contas. Depois faz-se mais ou menos como até aqui. Um campeonato a duas voltas. Mas o campeão e as descidas não se definem logo aí.

Assim quando acaba esta primeira fase agrupa-se toda a liga em grupos de 4. Os 4 primeiros, do 5º ao 8º, 9 ao 12º e 13º ao 16º.

Nesta fase divide-se por 2 os pontos que cada equipa tem, como acontece desde o ano passado no Andebol. E cada equipa deste grupo joga entre si duas vezes.

A classificação final seria a junção destas tabelas.

Os Prémios para cada topo de grupo

O vencedor do primeiro grupo seria campeão nacional. Sendo que pelo menos o segundo iria ter acesso a uma pré eliminatória da Liga dos Campeões.

O segundo grupo teria no seu vencedor ainda uma vaga para a Europa. Algo claramente por que lutar.

O terceiro grupo iria ter no seu último classificado um dos clubes a disputar com o 5º classificado da segunda liga um playoff para se manter.

No último grupo, os dois últimos desceriam directos. Os dois primeiros iriam disputar playoff com o 3º e 4º da Segunda Liga pela manutenção.

Mais competitividade, Menos importância das Malas

Iria ser criada uma fase final mais competitiva, com toda a gente a ter de lutar por objectivos até ao fim.

A nível comercial e televisivo o número extra de jogos entre os grandes, à partida seis clássicos extra por temporada, seria um enorme extra.

E claro, com menos preponderância dos pontos da primeira fase no apuramento do campeão, claramente que a importância das malas baixaria drasticamente.

Pinto da Costa contrata Carraça do seu filho Alexandre?

1
Dos três grandes o clube que provavelmente mais bem servido de laterais direitos será o Porto. Com Jesus Corona, Manafá e ainda...

Quais seriam as reacções à contratação de Gaitan, se fosse no Sporting

1
Hoje estranhamente vi Sportinguistas a comentar a contratação de Gaitan pelo Braga como se fosse algo realmente notável conseguido por António Salvador....

O que pensar do limbo da Contratação de Antunes

0
O que pensar da chegada eminente de Antunes, se é que esta se chega mesmo a acontecer

Revolução digital: Prometido vs Em preparação

5
As diferenças entre as alterações eleitorais e digitais que Frederico Varandas propôs antes de ser eleito, e que estão a preparar agora.

Carlos Barbosa da Cruz engana-se no centro do seu argumento em defesa do sistema...

2
O tema do voto eletrónico, i-voting, e do número de votos de cada associado estão hoje no centro dos temas da agenda...

3 COMENTÁRIOS

  1. A minha ideia é de 12 clubes, a 2 voltas, com uma divisão seguinte em 2 grupos de seis a duas voltas também: Os que lutam pela metade de cima, tem todos objectivos onde não podem desperdiçar pontos (campeão e competições europeias) e os da segunda metade, lutam para não descer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar