Segunda-feira, Novembro 28, 2022
InícioNotíciasTemos de ignorar os factos "estranhos" que nos colocaram em desvantagem frente...

Temos de ignorar os factos “estranhos” que nos colocaram em desvantagem frente ao Braga?

O Sporting no passado sábado recebeu o Sporting de Braga, sendo derrotado por este. Isto é um facto incontornável, e que nos chateia a todos. Disso não restam grandes dúvidas.

Outro facto é que o Braga na segunda parte melhorou bastante, chegou a equilibrar o jogo, e ganhou vantagem em erros nossos, o que conseguiu com sucesso.

Se estes factos são indesmentíveis, há outros que também têm de ser tidos em atenção. Não quis escrever logo após o jogo a quente sobre isto, até porque estava de cabeça quente, e com pouco tempo.

Agora passados alguns dias do jogo vale a pena revisitar isto, com frieza e olhos de ver.

Seria diferente o jogo com Nuno Santos?

O primeiro, e muito relevante, é pensar se o jogo diferiria com Nuno Santos. E a resposta óbvia será: claro que sim.

Nuno Santos é dos jogadores em melhor forma no Sporting. A sua garra, competência defensiva, e criação de oportunidades no último terço tem sido decisiva quase toda a temporada.

Aliás, até este jogo Nuno Santos jogara em todos os jogos do campeonato, fosse a titular ou suplente utilizado. Isto revela bem a sua preponderância na equipa.

Além disso, permitiria Matheus Reis jogar a defesa central do lado esquerdo, onde se revelou uma excelente arma, e permitiria outra qualidade a toda a defesa, e potencialmente menos erros que deram em golo.

Lesões ocorrem, e castigos acontecem, e temos de estar preparados. Agora esta suspensão foi tudo menos normal. Nuno Santos foi suspenso por se insurgir contra agressões verbais da bancada, vocalmente.

Não houve insultos racistas ou xenófobos, que justificariam melhor este caso, nem muito menos comportamentos violentos. Ser punido com a velocidade que foi neste caso é inaudito para a justiça desportiva Portuguesa, e agora que se abriu o precedente quero ver quantos jogadores de Porto e Benfica ficam de fora a cada jornada por isto. Porque o que Nuno Santos fez vejo acontecer muito neles, especialmente em alguns artistas do Porto.

O Penálti do Braga é uma violação ao regulamento do VAR?

Já vi e revi o penálti que deu o empate ao Braga, e mudou o jogo. Vamos colocar por ordem de acontecimento.

  1. Matheus Reis passa na frente de Galeno, e este cai na sua frente.
  2. Hugo Miguel, o árbitro, de frente para o lance nada vê e manda seguir.
  3. O VAR para o jogo, e na super camera lenta fica a dúvida se há ou não contacto entre o pé de Matheus e a perna de Galeno.
  4. O VAR encontra um frame em que aparentemente há o contacto.
  5. VAR chama Hugo Miguel, e o árbitro dá penalti para o Braga.

É quase impossível dizer se houve ou não contacto que permitisse derrubar Galeno. Parece altamente improvável que tenha ocorrido, mesmo havendo contacto ligeiro.

Havendo o contacto dei o benefício da dúvida ao VAR. Até ler o especialista espanhol de arbitragem hoje no Record, em que fica claro que houve violação ao regulamento do VAR.

O protocolo aqui é claro, caso haja um erro flagrante o VAR deve intervir. Caso seja um lance discutível ou dúbio o VAR não deve dar a indicação de correção ao árbitro principal. Poderia aceitar este penálti caso fosse assinalado pelo Hugo Miguel, e também não deveria ser revertido por VAR.

Isto é muito grave, e nem sequer é a primeira vez que ocorre com o Sporting. Quando dá jeito ignoram o protocolo do VAR, sempre em prejuízo do Sporting.

Devemos ficar calados como bons desportistas?

Uma coisa que ouvimos logo quando falamos disto é: devíamos ficar calados porque o Braga acabou por ser superior e perdemos por erros próprios.

Olhando para a análise estatística do WhoScored parece que fomos superiores, e do que vi do jogo achei o mesmo.

www.whoscored.com

Claro que acontece o adversário ser mais eficaz e ganhar. Mas com Nuno Santos, e o protocolo VAR a ser cumprido teríamos perdido?

Tenho sérias dúvidas, por isso porque raio devemos ficar calados, quando Portistas e Benfiquistas mesmo quando são beneficiados andam para aí a chorar?

Trincão é a imagem de uma equipa perdida.

0
Estou completamente farto de Francisco Trincão. Um jogador deambula entre a vontade de fazer mais uma fintazinha para o Youtube e o poder de...

Rúben Amorim e o que começa a parecer a história de Paulo Bento

1
Há uns dias, após a vergonha passada frente ao Marselha em Alvalade, estive para fazer um texto a comparar Paulo Bento e Rúben Amorim....

O que dizer do fim do Futebol de Praia do Sporting?

1
Lembro-me bem dos grandes jogos de Futebol de Praia que nos agarravam à televisão no final dos anos 90, e início da década de...
mercado de transferências

O que tem de ser feito até ao fim do mercado para ainda sonhar?

O jogo do passado sábado terá de ser visto para toda a equipa técnica e directiva como um enorme abre olhos. O Sporting precisa...

O que se passou ontem com Rúben Amorim?

0
Gosto muito de Rúben Amorim, e é o melhor treinador que já vi treinar o Sporting.  A forma que pegou na equipa sem medo, de...

1 COMENTÁRIO

  1. “Agora esta suspensão foi tudo menos normal.” – sim, normal foi o Palhinha a época passada ter sido despenalizado para poder jogar com o SLB… aliás, basta ver as vezes que isto aconteceu para se perceber a “normalidade”. Mas por algum motivo o Varandas se gabou dos juízes e amigos que iriam fazer parte das conquistas forjadas do clube do Cashball.
    O resto? Onde andava o clube do Pereira Cristóvão sem o penalty flagrante que ficou por marcar com o Gil Vicente (resultado 0-0)? E quando o árbitro no jogo contra o Portimonense perdoou a agressão do Paulinho (resultado 0-1), que até se enganou e acabou por ser decisivo? Pois…
    Já agora, quando é que sai o castigo pela garrafada que o Horta levou? Ou mais uma vez teremos os juízes e amigos a adulterarem a verdade desportiva e a “pisar” as regras??!??

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar