Segunda-feira, Agosto 10, 2020
Início Notícias Se jogarmos mal têm o direito de nos roubar? Carta aberta a...

Se jogarmos mal têm o direito de nos roubar? Carta aberta a alguns Sportinguistas

Olá caro consócio,

Vi ontem com alguma repulsa os teus comentários após o jogo frente ao Moreirense, quando vieste ofendido dizer que não devíamos ter falado da arbitragem pois, e passo a citar-te, “Não jogámos nada”.

É verdade que jogamos menos do que eu queria. E do que Rúben Amorim queria pelas expressões enervadas que teve no banco. Mas dizer que não jogámos nada é um pouco exagero. Sim, jogámos pior que nos últimos jogos, e a jogar assim estamos longe do que é preciso para lutar pela qualificação para a Liga dos Campeões, e menos ainda para o nosso objectivo do Campeonato.

Mas vá, até vou aceitar que não jogámos nada como dizes. Segundo a lógica que segues caro consócio, isto é o suficiente para aceitar que não devemos protestar um roubo, porque é disso que se trata, de que fomos alvo ontem.

Não aceito, mas vejo logo que vens com outro argumento, fortemente apoiado por adeptos de outros clubes, que até houve uma expulsão errada a nosso favor. Aceito perfeitamente que a expulsão de Halliche é um erro.

Mas também sei que no futebol muitas vezes acontecem compensações, e a expulsão perdoada a Conté é um erro muito maior. E podemos dizer que essa expulsão devia ter ocorrido aos 49 minutos, onde já havia visto um primeiro amarelo, e faz uma falta barbara sobre Ristovski. No entanto sendo mais rígido esta deveria ter ocorrido perto da primeira meia hora, onde em dez minutos fez três entradas merecedoras de amarelo, dos quais só um valeu o dito cartão.

Agora o que ninguém me pode convencer é que o jogo não foi desde logo adulterado pelo não assinalar de um penalti aos três minutos sobre Jovane. Penalti claro para o VAR, pelo menos, e que sendo convertido faria o Moreirense jogar bem mais aberto, e provavelmente até teríamos feito mais uma grande exibição.

E claro, no último lance do jogo um agarrar de camisola óbvio seria sempre um penalti, e que muito provavelmente nos daria os três pontos.

Isto não quer dizer caro consócio que jogámos bem. Nada disso. Mas é a mesma coisa que se deixares a carteira no carro, e alguém te partir um vidro e ta roubar, não te iliba da culpa. No entanto o ladrão que partiu o vidro e te roubou não deixa de ser criminoso e é o verdadeiro e maior culpado desse mesmo roubo.

Vi por dezenas de vezes Porto e Benfica a serem campeões ganhando jogos que não mereciam, muitas vezes até com erros a seu favor, e os seus adeptos felizes da vida e a festejar com isso. No Sporting um jogo que honestamente seria nosso, mesmo que não merecêssemos, temos consócios Sportinguistas quase a pedir desculpas e a rasgar as vestes contra quem mostra que fomos roubados.

Aceito a tua opinião, como a de todos, mas envergonha-me a deixa-me triste. Eu quero ganhar sempre honestamente, nem que seja numa carambola num jogo em que levámos 10 bolas ao poste.

Agora não aceito que me critiquem por expor um roubo do qual o Sporting foi alvo. Isso meu caro consócio isso não aceito.

Revolução digital: Prometido vs Em preparação

4
As diferenças entre as alterações eleitorais e digitais que Frederico Varandas propôs antes de ser eleito, e que estão a preparar agora.

Carlos Barbosa da Cruz engana-se no centro do seu argumento em defesa do sistema...

2
O tema do voto eletrónico, i-voting, e do número de votos de cada associado estão hoje no centro dos temas da agenda...

Facturação caiu 40%? Bilhética e merchandising subiram 150%? Ou Zenha mentiu?

1
Francisco Salgado Zenha fala numa percentagem da facturação do Sporting que revela ou uma mentira ou um cenário bem estranho.

Comparando Paulo Bento com Jorge Jesus, olhando Rúben Amorim e Varandas

0
Se formos avaliar bem o trabalho de Jorge Jesus e Paulo Bento temos notas importantes para Rúben Amorim e Frederico Varandas

Mentira do Record sobre as dívidas do Sporting descoberta há 48 horas

As provas da mentira do Jornal Record sobre as dívidas ao Sporting, não emendado nem desmentido em 48 horas.

4 COMENTÁRIOS

  1. Para além de um árbitro do terceiro mundo, um campo do terceiro mundo ( terá as medidas corretas para um jogo da 1.ª divisão?) um treinador patusco a mandar guarda redes para o chão ( na Inglaterra, hoje, estava à procura de emprego )vimos a arbitragem, no seu conjunto, a apitar a pedido. Nunca vi coisa igual: quando o lateral direito do SCP com a bola dentro do campo, vai para um ataque perigoso e o fiscal de linha de costas viradas ouve a voz do banco do Moreirense: fora! E não é que ele assinala fora. Se viu, foi com o outro olho, que não digo agora. RIDÍCULO!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar