Ontem depois do jogo da Liga dos Campeões entre Benfica e AJAX adeptos do Benfica foram até ao hotel onde estavam hospedados os adeptos do AJAX e este foi o resultado, amplamente divulgado na imprensa internacional.

Agora vamos lembrar o que disse, aquando o ataque à Academia de Alcochete Ferro Rodrigues.

E António Costa.

E agora ouçam com atenção o que disse Marcelo Rebelo de Sousa.

Lisboa, uma cidade com a economia centrada no Turismo

Todos sabemos que a recuperação económica da cidade de Lisboa, e até do País, se centrou no turismo, especialmente vindo de outros países europeus.

Ver esta cidade alvo de um ataque bárbaro destes é grave, bem mais grave do que um ataque em Alcochete.

Tal como é bem mais grave ver um ataque a um hotel do que a um centro de estágios de uma equipa de futebol.

Pior ainda, para o turismo o que é mais grave? Ver um ataque a funcionários de um clube, longe da cidade, por adeptos desse mesmo clube. Ou um ataque de adeptos de um clube a turistas, que estão calmamente hospedados num hotel a fazer despesa, que vieram a Portugal em turismo?

Seguramente que é este caso de ontem. Quando surge da política uma resposta forte e clara sobre isto?

12 COMENTÁRIOS

  1. Vai acontecer no dia de são nunca, como tudo o que se relaciona com os rabolhos neste país, ao contrário daquilo que acontece no Sporting, onde qualquer espirro de alguém é motivo de comentários pelo país todo de todo e qualquer mafarrico com acesso a uma câmara e um microfone.

  2. Concordo com o autor do blogue quanto à imagem negativa (de insegurança) que este acontecimento dá a eventuais turistas.
    Contudo (que eu saiba) não houve feridos, nem embates físicos.
    E isso faz uma enorme diferença.
    Também se pode dizer que Alcochete foi um assunto caseiro, enquanto este é internacional e mostra incapacidade de lídar com a derrota – péssima imagem.
    Em ambos os casos são minorias, mesmo minorias, como, aliás, acontece lá fora.
    Estas minoras dão cabo do desporto.

  3. Deixem-se de falar dos outros, que temos bastante sarna com que nos coçar. Há alguma coisa mais grave do que Alcochete? Estão a brincar? E se fosse só Alcochete que temos para resolver… E por aqui me fico.

    • Neste país ninguém pode falar dos rabolhos que há logo mil e um rabolho a ladrar que são os maiores e que por isso estão sempre a falar neles e o diabo a quatro. Assim, temos que nos cingir a comentar sobre o nosso clube, mas rabolho que é rabolho pode comentar sobre o que quiser, pois clube de rabolho é maior que o país, é maior que o mundo, é maior que o universo. Infelizmente nascemos num país de rabolhos e mesmo alguns que dizem não ser o são.

  4. Em primeiro lugar: é um abuso afirmar que são indivíduos afetos ao Benfica sem sequer ver um adereço do clube.
    Em segundo lugar: lembro-lhe aquele episódio dos “casuals” que há uns anos tentaram semear o caos junto ao estádio do dragão…eram adeptos do sporting? Não sei, não tinham adereços…
    Em terceiro lugar: É grave? Claro que é! Agora, ser grave em função do argumento dos turistas? Não me venha com tretas, pois na invasão de alcochete as notícias correram mundo. Ah pois, já esquecia, em alcochete não existem hotéis nem praias!
    Alias, acho que só por intervenção divina não houve vítimas mortais em alcochete, caso contrário seria o bom e o bonito!
    Mas estejam à vontade, tudo o que brilha é verde, obviamente!

    • Valente Pinho, subintendente PSP: “Os suspeitos são adeptos do Benfica (…) foram identificados sete [adeptos], não foram detidos porque os responsáveis do hotel não quiseram assinar, fazer a sua parte para que eles pudessem ser detidos”

      Não é abuso, é confirmação oficial.

  5. Sendo assim dou a mão à palmatória em relação a essa questão em particular. Na minha modesta opinião, deveriam ser detidos e julgados!
    Aliás, tais como os adeptos do AJAX que provocaram a intervenção da PSP nas bancadas do estádio!

    Ou como os adeptos do sporting que há uns anos tentaram INCENDIAR o estádio da luz…ah já sei, foi um assunto “INTERNO”!

    Como vê, isto de lançar pedras é uma chatice, pois podemos partir os nossos próprios telhados de vidro, por isso, quanto às duas outras questões…fico à espera!

    • O assunto do incêndio do estádio da Luz é algo grave. Isto porque são cadeiras anti-incêndio, pagas em parte pelo estado, e que fazem parte da classificação da UEFA do estádio, que obriga a que assim sejam.

      E como se provou não são anti-incêndio, e não houve ainda a sanção prevista. Além disso quais outras falhas estruturais existem e que foram aldrabadas em relação ao apresentado em projecto? Será o estádio seguro?

  6. Quantos daqueles adeptos foram visto com as cores do Benfica, FCP, ou SCP? Tanto quanto sei NENHUM!
    Por isso, e se concordo com o autor do texto quando fala que a imagem criada para a cidade é negativa, não consigo entender o porquê de seguir a “manada” e afirmar algo que ninguém pode afirmar com certeza!

    Se no caso de Alcochete estavam todos devidamente identificados, e aparentemente havia no dep. de futebol quem soubesse que a JL ia à Academia, no dia de ontem estavam todos de preto! Sem cores que os identificassem. Se à primeira vista se poderia dizer que são adeptos do Benfica, porque eram o adversário, nestas coisas do Hooliganismo nunca se sabe. Vestidos de preto, todos os gatos são pardos!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.