Sábado, Outubro 16, 2021
InícioAnáliseJogosPontos Altos e Baixos do Sporting Lask

Pontos Altos e Baixos do Sporting Lask

Passadas quarenta e oito horas da vitória sobre o LASK tudo já assentou na cabeça. Vitória justa? Claro, quando se ganha sem erros de arbitragem é sempre justa, independentemente de tudo o resto.

Pontos altos

A vitória claramente. São três pontos importantíssimos naquilo que esperamos vir a ser a qualificação para a próxima fase da Liga Europa.

Gostei também do primeiro quarto de hora da segunda parte, onde conseguimos ter bola com alguma intenção e conseguimos jogar de forma rápida e clara. Foi neste período que fizemos os dois golos.

Neto foi uma das poucas boas unidades do sector defensivo durante a primeira parte, mesmo tendo sido substituído ao intervalo para poder acabar com a táctica de três centrais. Foi um sacrifício que compreendo, mas fez um bom jogo de qualquer forma.

A entrada de Eduardo foi também muito positiva ajudando a combater a má exibição que o miolo do terreno estava a ter durante toda a primeira parte.

Luiz Phellype e Bruno Fernandes, mesmo sem uma boa exibição do primeiro, conseguiram um golo e uma assistência cada, um facto de louvar.

Pontos Baixos

A táctica de três centrais foi um fiasco nesta partida. Muito por culpa da pressão alta do adversário foi sempre mais um problema que uma solução neste desafio, mesmo que possa a vir a ser uma forma útil de actuar no futuro.

A defesa no geral esteve mal, e nisto incluo não só os centrais mas especialmente os dois médios mais recuados, Wendel e Doumbia, e os laterais, neste caso Miguel Luís bem pior que Acuña.

Miguel Luís foi mesmo para mim a maior desilusão da primeira parte. Uma primeira parte completamente para esquecer onde somou erros com faltas de atitude além de ter acrescentado pouco ofensivamente. Mesmo sabendo que não era a sua posição. Na segunda parte, a partir dos 55-60 minutos, no entanto começou a acertar e tornou-se menos um problema.

Wendel e Doumbia somaram à má performance defensiva uma capacidade quase nula de construção durante toda a partida. Abuso do passe para trás, mas fazendo-o com risco na mesma, e tentativas de dribles erradas e falta de timing e certeza ao colocar a bola nos colegas. Exibição para esquecer de ambos.

No fim do dia o melhor foi mesmo o resultado e claramente que Eduardo somou pontos que lhe permitirão, a continuar assim, vir a assumir a titularidade regular em breve.

Festa da Taça estragada por entrada que lesionou Pedro Porro

0
Hoje o derby entre Sporting e Belenenses tinha tudo para ser uma grande festa. E até estava a ser até André Frias estragar o...

Vitorino Antunes fala de quem serão os próximos diamantes do Sporting

0
Numa longa entrevista ao Record o nosso campeão Vitorino Antunes revela muito do que foi o espírito férreo que nos fez ganhar o tão...
Eusébio

Em 11 jogos frente ao Luxemburgo Ronaldo ainda não conseguiu fazer o mesmo que...

2
Cristiano Ronaldo é o melhor jogador de sempre da história do Futebol, e então quando vemos apenas de jogadores de selecções europeias é de...

Daniel Bragança renova até 2025 com o Sporting

0
O momento de forma de Matheus Nunes não tem deixado Daniel Bragança ter todos os minutos que merece, mas pelos melhores motivos. Sempre que entra...

Não se deixem convencer que negócios como o Newcastle são inevitáveis em Portugal

1
O negócio que se falava há algum tempo foi fechado, e o Newcastle foi adquirido pelo Public Investment Fund. Que sendo um fundo dirigido...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar