Terça-feira, Março 2, 2021
Início Análise Jogadores Passagem de Marcos Acuña no Sporting, uma história de contradições

Passagem de Marcos Acuña no Sporting, uma história de contradições

Ontem foi confirmada a saída de Marcos Acuña dos quadros do Sporting Clube de Portugal, a troco de cerca de 10 milhões de euros, desembolsados pelo Sevilha. E desde logo podemos dizer que é um negócio discutível.

Marcos Acuña era nos últimos anos um dos melhores jogadores do Sporting, e um dos lideres de assistências. Negar estes factos é tentar fechar os olhos à realidade. Isso não retira no entanto que talvez tenha sido um jogador que rendeu muito menos ao Sporting do que se esperaria quando foi contratado.

Quando chegou Marcos Acuña entrou direto no top 5 das transferências mais caras de sempre do clube, e vinha com o rótulo de melhor jogador do campeonato argentino, e já como internacional pela selecção albiceleste.

Pagando bem por um atleta, que já vinha na idade de render, e não uma jovem promessa, de uma das selecções de topo mundial esperamos que chegue e seja uma das estrelas da equipa. Que não seja apenas bom, que seja um dos melhores e que puxe os outros com ele.

Por outro lado falar da sua lealdade é algo complexo, especialmente por causa de Alcochete. Nunca esquecerei que foi um dos reais culpados daquela escalada de problemas, e depois que efectivamente tentou rescindir. Se falhou por problemas burocráticos acabou por ser um acaso, mas a intenção esteve lá.

Nas épocas seguintes o rendimento foi caindo, sendo dos melhores apenas porque cada vez havia poucos realmente bons. Hoje sai, e ainda seria dos melhores jogadores do plantel.

No entanto havendo Nuno Mendes, com o potencial louco que tem, Nuno Santos, que faz nesse lugar das suas melhores posições, e ainda Borja e Antunes para um desenrasque deixa-me confortável com a saída.

Não que ache que seja um bom negócio, não foi mesmo. Se chegamos a recusar propostas de mais de 15 milhões, e ainda vamos pagar comissões e metade do fundo de compensação, cerca de 10 milhões sabe a pouco.

É um jogador que irá ficar na minha memória pelas melhores razões, dentro de campo foi sempre um guerreiro e um armador de jogo acima da média. Esperava ainda mais, e o negócio de saída não é brilhante. Enfim, muitas contradições num jogador que acabou por ser sempre muito contraditório.

A centralização dos direitos televisivos chegou

0
A centralização dos direitos televisivos chegou. Já há muito que devia ter chegado, mas antes mais tarde que nunca. Honra seja feita a Pedro Proença,...
video árbitro

Primeiro golo do Porto é ilegal. Porque o VAR não invalidou?

2
O roubo de ontem nos Barreiros, onde deu uma vitória forjada ao Porto, teve obviamente três pontos chave. A não mostragem do amarelo ao...

Até o jornal do Porto admite o roubo histórico de ontem

1
Ontem quem viu o jogo deve ter-se lembrado daquelas épocas dos anos 90, e inicio de 2000, em que aos jogadores do Porto era...

Eis Carlos Carvalhal, o Sonso

0
Quem disse isto? "Jogar de 3 em 3 dias ajuda a retirar o acessório e centrar no fundamental". Conseguem adivinhar? Sim, foi Carlos Carvalhal, ele...

Pressão do Porto já vale decisão ignóbil

0
Saíram agora os mapas de castigos para esta jornada da liga e algo de completamente surreal aconteceu. Mateus Uribe, que agrediu violentamente Ricardo Esgaio...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar