Segunda-feira, Dezembro 5, 2022
InícioImprensa NacionalOs detalhes por trás da negociação de Nuno Mendes e Sarabia

Os detalhes por trás da negociação de Nuno Mendes e Sarabia

Ontem, no Observador, foi publicada a reportagem “Três propostas, Sarabia, os contratos enviados pelo PSG e powerbanks sempre à mão”. Para quem quiser saber um pouco mais dos bastidores da transferência, recomendo vivamente a sua leitura.

Realço alguns pormenores que me pareceram interessante deste artigo:

1) Local das negociações

Ao invés da política “normal” dos últimos anos, as negociações são conduzidas a partir da Academia e não a partir da SAD como era costume. O facto de termos sabido da possibilidade desta transferência apenas nas horas antes de ela se concretizar revela uma das grandes vantagens desta mudança de local: a privacidade.

Com menos pessoas à volta, que não estão directamente ligadas às transferências dos jogadores, há menos risco de se saber cá fora pormenores de negócios que possam estar a acontecer. Uma medida que me parece resguardar o Sporting de fugas de informação e que me parece bem pensada.

2) Os negociadores

Hugo Viana e Bernardo Palmeiro são referidos como os negociadores da SAD. O primeiro como director desportivo, o segundo como asessor. Fica a ideia que Hugo Viana cresceu muito como director desportivo desde que assumiu funções no Sporting.

Desde a desastrosa tripla operação no último de mercado de 2019, quando entraram Jese, Bolasie e Fernando (quem?!), até ao empréstimo/venda de Nuno Mendes por 47 milhões de euros mais o empréstimo de um jogador titular da selecção espanhola, há um progresso e evolução notório e evidente.

Bernardo Palmeiro, como advogado, terá assistido Hugo Viana em pormenores que não são do domínio do director desportivo. Uma boa dupla.

3) Frederico Varandas delega negociações

Fica cada vez mais claro que Frederico Varandas delega as operações de mercado e que acaba por ter um papel supervisório. Talvez uma das grandes diferenças e melhorias de 2019 para cá. E isto é um elogio!

Uma das qualidades que aprecio nas pessoas é saberem perceber aquilo em que não são bons e delegar em quem o faz melhor que eles. Se Varandas, que errou no mercado de Verão de 2019, aprendeu isto, melhor.

Em jeito de conclusão fica aqui o desafio para lerem o artigo todo com atenção no Observador (link). Tendo em conta que critico tantas vezes a nossa imprensa pela má qualidade, achei que desta vez, e visto ser um artigo interessante e de qualidade, valia a pena partilhar e pedir para lerem.

Trincão é a imagem de uma equipa perdida.

1
Estou completamente farto de Francisco Trincão. Um jogador deambula entre a vontade de fazer mais uma fintazinha para o Youtube e o poder de...

Rúben Amorim e o que começa a parecer a história de Paulo Bento

1
Há uns dias, após a vergonha passada frente ao Marselha em Alvalade, estive para fazer um texto a comparar Paulo Bento e Rúben Amorim....

O que dizer do fim do Futebol de Praia do Sporting?

1
Lembro-me bem dos grandes jogos de Futebol de Praia que nos agarravam à televisão no final dos anos 90, e início da década de...
mercado de transferências

O que tem de ser feito até ao fim do mercado para ainda sonhar?

O jogo do passado sábado terá de ser visto para toda a equipa técnica e directiva como um enorme abre olhos. O Sporting precisa...

O que se passou ontem com Rúben Amorim?

0
Gosto muito de Rúben Amorim, e é o melhor treinador que já vi treinar o Sporting.  A forma que pegou na equipa sem medo, de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar