Domingo, Abril 11, 2021
Início Análise Jogos O meu onze vs Dortmund - Qual seria o vosso? #DiaDeSporting

O meu onze vs Dortmund – Qual seria o vosso? #DiaDeSporting

Mais um #DiaDeSporting, desta feita em Alvalade frente ao poderoso Borussia Dortmund. E como tal mais uma edição d’O Meu onze para hoje.

Desta feita um jogo de grau de dificuldade máxima, e onde poupanças são completamente proibidas.

Na baliza há pouco a dizer. Temos um dos melhores guarda redes do mundo, como tal a escolha é óbvia.

Mas na defesa todas as dúvidas existem, e apenas uma certeza, Sebastian Coates. Rúben Semedo seria o parceiro ideal. Ainda para mais para defrontar a veloz frente de ataque alemã.

No entanto se não estiver a cem por cento não vale a pena arriscar. E entre Douglas e Paulo Oliveira tendo pelo segundo, por causa da velocidade e posicionamento.

Contra uma equipa mais fixa na frente utilizaria Douglas, mas neste caso a velocidade vai ser importante, visto a qualidade dos ataques nas costas da defesa provocados pelos alemães.

Nas laterais, colocaria na esquerda Marvin. Jefferson lesionado, e Bruno César uma solução para jogos onde só se ataca, a escolha acaba por ser simplificada. Não que descure a médio prazo uma experiência com Pedro Empis por exemplo…

Na direita as maiores dúvidas de todas. Schellotto é o mais rápido, e mais alto. João Pereira defende realmente melhor. Tendo para o Português, mas dúvidas não faltam mesmo.

Meio campo para mim é intocável neste momento a dupla Elias e William. Confio muito no que Elias pode dar, e não tendo Adrien é escolha simples o parceiro de William. E até vou mais longe, se houvesse Adrien poderia ser o jogo para actuarem os três juntos.

Na direita Gélson é já uma arma temida e referenciada. Na esquerda a classe e qualidade de Bryan Ruiz. E a sua colocação posicional neste sector ajuda também em muito as acções defensivas.

Bas Dost é a arma mais letal para a frente. E para o ajudar Bruno César. Não só pelo que dá ao ataque, mas pela inteligência com que percebe o jogo e os ritmos. E a capacidade defensiva lá na frente. É daqueles jogos em que faz falta. E basta lembrar Madrid.

De qualquer forma é para tentar ganhar, como sempre. Mesmo sendo uma difícil tarefa.

E qual seria o vosso onze?

Vergonha do caso Sócrates será tentada pelo Benfica por certo

3
Hoje vivemos um dia negro na história da justiça em Portugal. Todos ouvimos as escutas de José Sócrates, todos sabemos o que se passou,...

E agora? Continuamos jogo a jogo

1
Tenho visto muitos Sportinguistas alarmados após a última jornada, em que frente ao Moreirense, com claro azar, empatamos a uma bola perdendo efectivamente dois...

Partiu a Voz do Sporting – Até sempre Maria José Valério

0
Hoje o dia começou com uma notícia triste. A voz do Sporting, Maria José Valério, faleceu, vitima de COVID-19. Lembro-me bem a crescer a ouvir...

A centralização dos direitos televisivos chegou

0
A centralização dos direitos televisivos chegou. Já há muito que devia ter chegado, mas antes mais tarde que nunca. Honra seja feita a Pedro Proença,...
video árbitro

Primeiro golo do Porto é ilegal. Porque o VAR não invalidou?

2
O roubo de ontem nos Barreiros, onde deu uma vitória forjada ao Porto, teve obviamente três pontos chave. A não mostragem do amarelo ao...

1 COMENTÁRIO

  1. Concordo que devemos começar pelos indiscutíveis: Patrício, Semedo, Coates, William, Gélson e Bas Dost. Caso Semedo não possa, prefiro o Douglas: não gostei da tremedeira do Paulo Oliveira contra o Famalicão, e mal por mal, o Douglas apresenta uma capacidade de choque superior.
    Nas laterais: à direita o João Pereira (bastante mais seguro e concentrado a defender do que o Schelotto) e na esquerda jogava com o Bruno César – mais rápido que o Marvin.
    No meio campo, a acompanhar William, optava pelo Bryan a fechar a esquerda – fez bem a função, mas terá de ser substituído aos 60-65 minutos, no meio o Elias a fazer de Adrien, na direita o Gelson. Na frente, apostava no André – gostei de o ver nos jogos que fez, tem uma boa capacidade de ruptura e dava uma solução de velocidade.
    Uma opção para mais consistência, tal como a avançada pelo FIltro, seria o Marvin na esquerda, Bruno César a fechar na esquerda (não gosto tanto de o ver no meio) e o Bryan a pautar o ritmo lá na frente ao meio – com hipótese de, caso seja necessário, fechar na esquerda e solta o Bruno César ao centro, mais ao lado de Elias (se bem que acho que o Bruno César não tem capacidade de ruptura nem velocidade para ser segundo avançado).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar