Quinta-feira, Dezembro 8, 2022
InícioAnáliseJogosO que dizer de Silas ter mudado de esquema três vezes durante...

O que dizer de Silas ter mudado de esquema três vezes durante o jogo?

Silas entrou em campo com uma equipa baseada muito naquilo que tinha feito no passado jogo frente ao Rosenborg.

Três centrais, dois laterais, e ainda dois médios mais posicionais, Rodrigo Fernandes e Eduardo. E a isto somados Bolaseie e Vietto a jogar pelo meio, mas sem referência fixa na frente.

Não correu particularmente bem, e para somar à festa foi extremamente aborrecido. Nem os laterais aproveitaram a facilidade de ter ajuda extra na defesa para atacar muito e bem, nem se conseguiu construir regularmente a partir de trás.

Aos 33 minutos Silas acaba com os três centrais fazendo sair Neto e entrando para extremo Camacho. Melhorou, mas pouco, e continuaram a faltar dinâmicas e poder ofensivo.

Ao intervalo Silas voltou a mudar. Retirou Rodrigo, que até nem tinha estado mal nem pior que Eduardo, mas querendo mudar e já tendo um amarelo percebo a escolha, fazendo entrar Doumbia, claramente um jogador mais mexido e dinâmico.

Melhorou mais um pouco mas o ataque continuava inoperante. Aos 66 minutos sai Eduardo, finalmente, e entra Luiz Phellype. E provavelmente nesta alteração ganhou o jogo.

Os extremos finalmente tiveram alguém para quem jogar, e Vietto teve finalmente espaços das costas de alguém para aproveitar, e acabou mesmo por ser ele a marcar os dois golos da vitória. Luiz Phellype fez pouco mais do que estar lá, mas ao mesmo tempo estando lá mudou tudo.

O que diz isto de Silas? Há quem possa dizer que foi um técnico que teve três tácticas erradas durante o jogo, não é mentira. Eu prefiro olhar para um treinador que por três vezes viu que a equipa que montou não estava a render e com tempo corrigiu três vezes equívocos seus. Isto era dos maiores defeitos tanto de Keizer como de Marco Silva, e de Jorge Jesus quando teimava com algo.

Se Silas estiver atento a tentar perceber quando erra, ou quando o adversário o apanhou, e tentar reagir a isso estará sempre mais perto de vencer. Agora tem mais de duas semanas para preparar o jogo com o PSV dia 28. E neste tempo, mesmo com as seleções a levarem muitos jogadores, tem claramente de acabar de vez a pré-época em que vivemos. É agora o momento!

Trincão é a imagem de uma equipa perdida.

1
Estou completamente farto de Francisco Trincão. Um jogador deambula entre a vontade de fazer mais uma fintazinha para o Youtube e o poder de...

Rúben Amorim e o que começa a parecer a história de Paulo Bento

1
Há uns dias, após a vergonha passada frente ao Marselha em Alvalade, estive para fazer um texto a comparar Paulo Bento e Rúben Amorim....

O que dizer do fim do Futebol de Praia do Sporting?

1
Lembro-me bem dos grandes jogos de Futebol de Praia que nos agarravam à televisão no final dos anos 90, e início da década de...
mercado de transferências

O que tem de ser feito até ao fim do mercado para ainda sonhar?

O jogo do passado sábado terá de ser visto para toda a equipa técnica e directiva como um enorme abre olhos. O Sporting precisa...

O que se passou ontem com Rúben Amorim?

0
Gosto muito de Rúben Amorim, e é o melhor treinador que já vi treinar o Sporting.  A forma que pegou na equipa sem medo, de...

1 COMENTÁRIO

  1. O Silas é um treinador mediano, que constroi a sua equipa com referencia à equipa adversária (neste caso um belem que luta para não descer). Num grande, a referencia somos nós, que lutamos sempre pelos 3 pontos independentemente do adversario. Nao podemso abandonar a nossa identidade. O Silas vem de outra realidade e não conseguiu compreender o que é estar num grande. Nao podemos jogar sem ponta de lança em casa, com 3 centrais e 2 trincos…. sobram 3 jogadores para atacar… muito mau

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar