Liga Europa

Sou contra vitórias morais, já o disse dezenas de vezes. Uma derrota é sempre uma derrota, mas fico muito menos chateado quando sei que estivemos bem, e que poderíamos ter outra sorte.

Ontem no entanto não perdemos o jogo. Ganhámos. Claro que o objectivo de passar a eliminatória falhou, e disso não tiro nenhuma felicidade. Mas ganhar o jogo ao Atlético de Madrid, que em Espanha ombreia com os ultra poderosos Real e Barcelona, apenas os dois emblemas mais fortes da actualidade, não me deixa infeliz.

Isto claro somando a ver uma equipa, mesmo que muito recauchutada, a lutar até ao seu limite, e com grande qualidade e atitude.

É este o Sporting que todos defendemos, e aposto que jogadores como Battaglia, Bruno Fernandes, Gelson Martins e Acuña viram as suas cotações europeias a subir em flecha.

Bryan Ruiz não, pela idade, mas ontem fez dos melhores jogos que o vi fazer nestas duas épocas. A jogar a oito, muitas vezes recuando ainda mais para pautar o jogo, fez uma excelente exibição até onde o corpo o permitiu. E isso notou-se e muito quando saiu, em que a equipa ficou um pouco orfã do seu toque e classe. Isto e porque Rúben Ribeiro entrou mal, e nada deu à equipa. Se era para isto, acho que pensámos quase todos, mais valia ter entrado o Rafael Barbosa que também lá estava…

2 COMENTÁRIOS

  1. E Rafael Barbosa é o que melhor podia e pode fazer a posição de Ruiz não necessitava de recuar o Bruno Fernandes. Jovem com muito talento, com vontade de dar tudo e fresco!!… mas o continuado chapa-cinco de JJ… já não surpreende.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.