Miguel Luís saiu das últimas convocatórias e de repente já se vê pessoas a questionar se este mercado de inverno lhe pode ter tirado algum espaço no plantel.

Se formos a olhar para as chegadas de Francisco Geraldes e Doumbia podemos achar que de repente Miguel Luís deixa de ser opção tão regular para a posição seis ou dez claramente.

Até já umas semanas estaria sempre na calha para também ser usado nesses lugares por falta de qualidade nas segundas escolhas, que agora aumenta.

No entanto a posição base de Miguel Luís é a de oito. Um box to box evoluído e com uma gigante capacidade de trabalho. E nesse lugar continua exatamente na mesma posição da escala após a chegada de Geraldes e Doumbia. E se até aqui era diferente era por culpa de falta de qualidade no plantel que tinha obrigatoriamente de ser corrigida.

Claro que se chegar mais um oito, mais velho que ele, tudo muda de figura e aí passará a fazer sentido um empréstimo, que sinceramente não lhe faria mal nenhum.

Até lá é só ficar satisfeito de não ter de usar um miúdo com enorme potencial para tapar posições que não são a dele.

2 COMENTÁRIOS

  1. Os espaços não se perdem conquistam-se e é nos treinos Miguel Luis e Jovane têm valor e nos treinos têm k mostrar ao Treinador com muito trabalho k estão ali para jogar e lutarem pela titularidade e este Treinador já mostrou no AJAX k não olha nem para idades e muito menos para nomes não basta jovens de 19 anos dar o litro têm k dar ainda mais nem k seja 1 centilitro

  2. Pertinente análise, mas o caso de JOvane Cabral deixa muitas dúvidas…
    No silêncio, parece que temos um clube entregue e, pelos vistos, a ser gerido de acordo com as guerras entre empresários… Com muito prejuízo desportivo e €€ para o clube – perde pontos em jogos como Tondela, ficando com título e qualificação para a Champions mais longe…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.