Quinta-feira, Dezembro 8, 2022
InícioNotíciasFutsalMiguel Albuquerque dá a cara e assume falhanço

Miguel Albuquerque dá a cara e assume falhanço

Não vamos dourar a pilula aqui, estou chateado, e não é pouco, com a derrota do Sporting hoje na Liga dos Campeões de Futsal. Eramos claramente favoritos a passar este grupo. Eramos a equipa mais forte do grupo. E perdemos.

Não quero saber se é culpa da falta de eficácia, se foi azar o momento em que sofremos os golos, ou se as lesões trouxeram tudo a perder. Hoje era um jogo que tinha de ser ganho por nós, e até um empate servia, mas perdemos e estamos fora.

Agora fico satisfeito quando vejo o que Miguel Albuquerque disse no final do jogo.          

Quando viemos para cá disse que não podíamos esconder a ambição que tínhamos de voltar a marcar presença na final four e disse também que se não o conseguíssemos seria um falhanço nosso. De facto, falhámos. Tínhamos a obrigação de marcar presença na final four. Esta equipa preparou-se para isto e não conseguimos. Não temos de ter medo de assumir que falhámos um grande objectivo. Nos últimos três anos estivemos sempre presentes na final four e esse continuava a ser o nosso objectivo.

Há que olhar para os erros que cometemos e para a forma como fomos eliminados aqui. Acho que o Sporting CP é claramente superior ao MFK Tyumen. Não o foi neste jogo, mas é claramente superior. Tínhamos a obrigação de passar à final four. Falhámos e temos de olhar para o futuro, que passa pelas competições nacionais. Já ganhámos a Supertaça e temos Liga, Taça da Liga e Taça de Portugal. É nisso que nos temos de focar agora sem nunca nos esquecermos do que fizemos aqui e do falhanço que tivemos hoje.

Miguel Albuquerque

É assim que gosto que um alto quadro do Sporting surja quando as coisas correm mal. A culpa foi nossa, porque tínhamos as armas para vencer este jogo. Sem desculpas sem falsas questões, de peito feito e presente. Agora é levar das palavras aos actos e pelo menos fazer a reconquista da Liga Portuguesa este ano. Qualquer coisa menos que isso é uma época deitada ao lixo.

Continuo a achar, como achava ontem, que somos a equipa mais forte do país, e das mais fortes do mundo. Hoje não o mostramos em campo, mas até ao fim da temporada teremos ainda de o fazer de novo.

Trincão é a imagem de uma equipa perdida.

1
Estou completamente farto de Francisco Trincão. Um jogador deambula entre a vontade de fazer mais uma fintazinha para o Youtube e o poder de...

Rúben Amorim e o que começa a parecer a história de Paulo Bento

1
Há uns dias, após a vergonha passada frente ao Marselha em Alvalade, estive para fazer um texto a comparar Paulo Bento e Rúben Amorim....

O que dizer do fim do Futebol de Praia do Sporting?

1
Lembro-me bem dos grandes jogos de Futebol de Praia que nos agarravam à televisão no final dos anos 90, e início da década de...
mercado de transferências

O que tem de ser feito até ao fim do mercado para ainda sonhar?

O jogo do passado sábado terá de ser visto para toda a equipa técnica e directiva como um enorme abre olhos. O Sporting precisa...

O que se passou ontem com Rúben Amorim?

0
Gosto muito de Rúben Amorim, e é o melhor treinador que já vi treinar o Sporting.  A forma que pegou na equipa sem medo, de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar