Domingo, Agosto 18, 2019
Início Imprensa Nacional Mais uma medalha "vermelha" pateta do Record

Mais uma medalha “vermelha” pateta do Record

Um dos meus guilty pleasures diários é ver as medalhas do Record, até porque ajudam muitas vezes a perceber a propaganda que anda a ser passada. E hoje é um desses casos claro, com a propaganda vermelha a ser distribuída sem qualquer puder, e com a habitual dose de manipulação.

Bem a medalha a Ivo Vieira, a de Galeno é um pouco esticada sem haver o fecho das negociações, mas até se percebe. Agora a de Pedro Pichardo custa a perceber.

Podemos dividir a medalha pelos dois argumentos usados. Se é por ter dito que queria ganhar o título é apenas parva. Até porque se fizerem a mesma pergunta a Nélson Évora ou a qualquer outro atleta que vá a essa mesma prova a resposta deve ser a mesma.

Agora um angulo que fazem adicional é o do fair play de Pichardo. É que segundo a medalha Pedro Pichardo teve tanto fair play que disse que gostaria de ter Nélson Évora a seu lado, ele que até criticou a naturalização. Quando Nélson Évora até disse na altura é que era contra naturalizações a correr, e a de Pedro Pichardo foi um disparate completo apenas uns meses depois da primeira vez que o cubano viu Portugal.

Mas já que estava lá a indicação da página em que havia um artigo completo lá fui ler.

Afinal Pedro Pichardo não diz em vez alguma que gostaria de ter Nélson Évora ao seu lado no pódio. O que diz é que seria excelente para Portugal caso tivesse os dois atletas no pódio.

Se de si isto já é uma declaração inócua, e longe do fair play que o Record diz ter sido demonstrado, é ainda mais ridículo ver que foi em resposta a uma pergunta directa sobre o que acharia de ter ao seu lado no pódio Nélson Évora.

Além de isto não revelar nada de fair play, ou não, de Pichardo poderia era revelar falta de fair play caso ele desse alguma resposta diferente.

Agora lendo a medalha pela forma como foi atribuída pelo Record demonstra uma criatividade brutal na forma em que querem dar destaque em termos de fair play e competitividade a um atleta que nada mais fez do que dizer que queria ganhar, e que se Portugal tivesse bem representado no pódio seria bom para o país.

Isto é manipulação barata e propaganda, mas todos sabemos para que foi feita. Nuno Farinha e João Querido Manha estarão orgulhosos.

Sporting confirma venda de Dost ao Frankfurt. Triste, mas verdade

Ao mesmo tempo que saiu a lista dos convocados para o jogo de amanhã frente ao Braga surge também a confirmação da...
Wendel

Boa entrevista de Wendel para site brasileiro

Wendel é um jogador que aprecio muito, e foi publica a minha estupefacção quando nem Jorge Jesus nem José Peseiro o utilizaram...
Ricky Van Wolfswinkel

Muita força Ricky Van Wolfswinkel

Recentemente a falar com alguns amigos sobre hipotéticos regressos de atacantes ao Sporting disse que para mim preferia o regresso de Ricky...
mercado de transferências

Qual a posição mais necessitada de um reforço no Sporting?

Nesta fase de inicio de temporada começamos todos a olhar para o plantel que temos e o que gostaríamos de ter. E começa a...
Salvador Vieira

Braga mostra como funciona polvo do Benfica

De há muitos anos para cá que a subserviência do Sporting Clube de Braga de António Salvador ao Benfica de Luís Filipe Vieira e...

3 COMENTÁRIOS

  1. Como e que sócios e adeptos do Sporting clube de Portugal ainda compram esse tipo de lixo?
    Bola , Record , CMerda _ Está excumalha ao serviço
    da outra em todo o seu esplendor
    O poder está nas nossas mãos!
    Não comprem está vergonha a que alguns por seu interesse ,querem fazer passar por jornalismo.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar