Segunda-feira, Novembro 28, 2022
InícioAnáliseIslam Slimani - Vender ou não?

Islam Slimani – Vender ou não?

Chegou como um ilustre desconhecido no verão passado por trezentos mil euros. Um valor que para um jogador de futebol profissional é considerado pouco relevante. Pouco depois começa o campeonato com um Sporting em bom nível, e com os holofotes a centrarem-se em Freddy Montero que se encontrava a marcar golos de todas as formas e feitios.

Como tantas vezes acontece aos avançados, o pé quente de Montero abrandou, e começou a surgir vindo do banco Islam Slimani. Grande e tosco, mas voluntarioso, pelo menos era o que parecia, foi até algo de algumas piadas vindas das bancadas. Mas ao fim de um ou dois jogos converteu-se no jogador que saltava do banco para marcar um golo importante. Não era tão tosco afinal.

Quanto teve uma oportunidade a titular agarrou-a com as duas mãos, e até ao fim da época foi titular em quase todos os jogos, e uma unidade de muito valor. Chega agora ao mundial, e volta a fazer boas exibições, marca e até assiste. Sendo um jogador alto e possante, logo dispararam os alarmes nos clubes Ingleses e Alemães de meio da tabela. Tornou-se um alvo apetecível.

Vender para aproveitar o momento e lucrar muito dinheiro?

Se o Sporting vender neste momento poderá conseguir fazê-lo por mais de dez milhões de euros. Só isso, e tendo em conta o valor da compra, é bastante aliciante. No entanto temos de perguntar se conseguimos ir buscar um jogador semelhante por um valor baixo, de forma a rentabilizar a venda.

Mas mais que isso, temos de perceber, juntamente com o treinador, quais os seus planos para este jogador. Islam Slimani tem um estilo de jogo peculiar. É um ponta de lança à antiga, forte fisicamente, disponível para o confronto e com capacidade de finalizar. Mas não é um jogador para andar a fazer grandes trocas de bola e a criar espaços entre linhas.

Se Marco Silva pretender dar um papel de titular em grande parte dos jogos a Slimani, o Sporting deverá manter o jogador, até crendo que a sua cotação na Europa pode ainda subir mais.

No entanto se o plano for apostar no jogador argelino apenas como plano B, para sair do banco em alguns jogos para resolver, a sua cotação não irá aumentar, e até deverá baixar. E juntando isso a uma possível insatisfação de ficar sentado metade da época, será a altura de vender.

De reforçar no entanto o grande trabalho da direcção em descobrir e contratar este jogador a preço de saldo. E da equipa técnica liderada por Leonardo Jardim em o ambientar e potenciar para o futebol europeu.

Trincão é a imagem de uma equipa perdida.

0
Estou completamente farto de Francisco Trincão. Um jogador deambula entre a vontade de fazer mais uma fintazinha para o Youtube e o poder de...

Rúben Amorim e o que começa a parecer a história de Paulo Bento

1
Há uns dias, após a vergonha passada frente ao Marselha em Alvalade, estive para fazer um texto a comparar Paulo Bento e Rúben Amorim....

O que dizer do fim do Futebol de Praia do Sporting?

1
Lembro-me bem dos grandes jogos de Futebol de Praia que nos agarravam à televisão no final dos anos 90, e início da década de...
mercado de transferências

O que tem de ser feito até ao fim do mercado para ainda sonhar?

O jogo do passado sábado terá de ser visto para toda a equipa técnica e directiva como um enorme abre olhos. O Sporting precisa...

O que se passou ontem com Rúben Amorim?

0
Gosto muito de Rúben Amorim, e é o melhor treinador que já vi treinar o Sporting.  A forma que pegou na equipa sem medo, de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar