Augusto Inácio

Quantas vezes fomos obrigados a torcer o nariz a declarações de treinadores depois de jogos, ou a falta delas. Quantas vezes vimos Pepa ou Abel a atacar o Sporting de forma vil após um jogo connosco, mas mansos que nem uns cordeiros ao ignorar roubos do Benfica? O mesmo se passando com Folha no caso do Porto.

E isto não é apenas Pepa, Folha e Abel, há demasiados exemplos que correm quase a totalidade da liga nos treinadores que têm ligações umbilicais a clubes, ou no caso de Abel e do Braga direcções que o fazem por eles.

Ontem Augusto Inácio, Sportinguista dos sete costados, campeão como jogador e treinador, e sempre um nome falado para uma possível candidatura a Presidente, teve estas declarações.

Não Inácio os verdadeiros Sportinguistas não ficarão chateados contigo depois disso. Foste claro e honesto, e sim aquela entrada do Doumbia era passível de cartão vermelho. Não meter em causa o lance do segundo golo, bem anulado mas que outros se queixariam, é de homem. Claro que a expulsão de Renan para mim é errada, mas pronto, sendo um lance discutível não valia a pena entrares por ai.

Pessoas honestas como Augusto Inácio fazem falta ao futebol Português. E quando defendem de forma clara e transparente quem lhes paga o ordenado só os torna bons profissionais.

5 COMENTÁRIOS

  1. Este homem pertencia aos quadros do Sporting quando Sousa Cintra foi contratar o incompetente do Pezero. Se alguém se tem lembrado dele para treinar a equipa, quem sabe não estaríamos agora a lutar pelo título?… Ah pois é, tinha sido contratado pelo gordo… não ía dar.

  2. Que post bonitinho!

    Então o homem joga a bola e depois atinge o adversário, que colocou o pé onde estava antes a bola, e é cartão vermelho? É uma jogada normal. Não há qualquer intenção de de atingir o adversário. Um amarelo ainda era aceitável mas nunca um vermelho. E, por isso, o VAR não disse nada!

    O Inácio devia era ter-se queixado da falta sobre o Acuña, quando se ia isolar, e que ainda deu amarelo ao Acuña.

    E obviamente não está em causa o sportinguismo do Inácio.

  3. Quando jogou contra o benfas não se queixou do árbitro…não enalteço assim tanto seu sportinguismo..ao contrário do Manuel Fernandes que enquanto jogador recusou inúmeras propostas para ir para o benfas ganhar o triplo do que ganhava no Sporting, o senhor Inácio fugiu para o porto quando o PC lhe acenou com um maço de notas..

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.