Sexta-feira, Dezembro 13, 2019
Início Análise Clube Há motivos para destituir esta direcção?

Há motivos para destituir esta direcção?

Nos dias que correm o assunto do dia é a possibilidade de haver uma destituição da actual direcção por via de pelo menos dois movimentos que se encontram a reunir assinaturas para esse efeito.

É justo isto? Há motivos para tal? Na minha opinião não, acho que não há motivos para uma destituição, tal como defendi que não existiram no tempo de Bruno de Carvalho.

Claro que neste momento, e tal como em 2018, todos os Sportinguistas viraram de novo especialistas em direito olhando para estatutos como se regras de futebol se tratassem. Aliás penso que há mais Sportinguistas que leram nos últimos anos os estatutos e as interpretações dos mesmos do que as regras de qualquer um dos desportos praticados no clube.

Agora tal como o ano passado tudo isto acabará por ser irrelevante, e no fim o que decidirá será a vontade de quem se motivar, ou for motivado, para comparecer e votar numa assembleia destituinte. Não vejo grande maneira de, caso haja um pedido formal de assembleia, com os votos e financiamento necessário, de evitar uma. A não ser que a própria Mesa se demita ou a Direcção.

E havendo uma Assembleia Destituinte o que mais importa não é na realidade se há justa causa ou não. Não foi assim com Bruno de Carvalho, e se chegar a esse ponto com Frederico Varandas também não será diferente. Será um concurso de popularidade da direcção em causa, e isso depende grandemente da bola entrar ou não, e das pessoas acreditarem que esta vai começar a entrar mais vezes ou não.

E ai neste momento Frederico Varandas enfrenta um enorme problema. Conheço poucos Sportinguistas que achem que estamos mais perto de ganhar a cada semana, e ainda menos que achem que neste caminho seremos campeões em breve. E é essa ilusão que Frederico Varandas terá de vender rapidamente aos sócios do Sporting, senão com ou sem justa causa o seu mandato findará.

Que tenha sido o último erro de Renan de Leão ao Peito

3
Hoje na lógica, correcta, de dar rotação ao guarda redes suplente do campeonato na Liga Europa Renan Ribeiro foi titular em vez de Max....

Chico Geraldes não consegue ser melhor que Misic?

4
Francisco Geraldes é um jogador que aprecio desde que surgiu nos escalões de formação do Sporting. Elegante em campo, bom toque de bola e...

Não faria sentido levar um central júnior?

2
Sairam os convocados para o jogo da Liga Europa frente ao LASK e salta logo à vista a zona dos defesas apenas...

Joguinho razoável, mas do melhor que temos feito

1
Acabar um jogo com 28 remates, 9 dos quais enquadrados, é melhor do que tem sido hábito no Sporting este ano. Daí podermos dizer...

Max de novo titular, uma aposta que se deve apoiar

1
No jogo da Taça da Liga vi com a atenção a exibição de Renan e dei comigo por diversas vezes a pensar que Max...

8 COMENTÁRIOS

  1. Defender aacontinuidade desta direcção em nome da estabilidade já não faz qualquer sentido.

    Eu também quero estabilidade mas quem tem de a promover em primeiro lugar é quem governa o Clube… e o que temos visto até aqui é precisamente o oposto. Que medidas e atitudes tem tido esta direcção em prol da uniao e da estabilidade? Passa a vida a hostilizar e a perseguir quem não está com eles, nunca mais se cala com as tretas sobre a anterior direcção e com a narrativa da pesada herança.
    Mas pior que tudo, demonstra a cada dia que passa a sua total inabilidade e incapacidade para a gestão desportiva e financeira, para a comunicação e para a mobilização dos sócios e adeptos.
    E é suposto ficarmos quietos e caladinhos enquanto vemos o barco ir ao fundo?

    Quando precisavamos de alguém que voltasse a mobilizar e a congregar os sócios e adeptos, que voltasse a valorizar o Clube, a sua marca e os seus activos, aparece uma direcção que faz exactamente o contrário!
    Já tiveram tempo mais do que suficiente para provar a sua competência (ou falta dela). Já demonstraram que não têm emenda. Como tal, está na hora de darem lugar a outros. E já vai tarde.

    • Plenamente de acordo. A estabilidade tão propalada por esta direcção, é simplesmente utópico, um autêntico bluff e inatingível. Todos nós sabemos de forma muito evidente, embora haja uma franja de sócios que assobiam para o lado, que a instabilidade instalada se deveu à ilegal destituição da direcção de Bruno de Carvalho. Portanto, por mais voltas que se dêm, a solução passa pela destituição desta direcção, novas eleições e a anulação da expulsão de sócios de BC e seu staff. Caso tal não aconteça, não tenhamos ilusão.

      • Tenham vergonha na cara em anular a expulsão do Bruno. O lugar dele é na prisão. A não ser que gostas de presidentes corruptos. E o mesmo para todo o staff que fez equipa com o Bruno. Qualquer ex presidente ou pessoas de antigas direções não são bem vindas pois é mais do mesmo e o Sporting já pagou tachos, panelinhas, croquetes a todos eles.

      • Ilegal destituição de BdC, como assim? BdC foi destituído em Assembleia Geral por larga margem de sócios, quando assim é, nada contra a vontade da maioria, verdade, estou certo ou estou errado? No resto, veremos…

  2. A competência duma direcção não pode ser avaliada apenas pelos resultados desportivos.
    Se eu tivesse que escolher entre sermos campeões nacionais esta época e a queda da Direcção, não hesitaria um momento em abdicar do campeonato para me ver livre desta corja que tomou o clube de assalto com o propósito de vender a SAD.
    Ao mantermos Rogério Alves e os seus fantoches à frente dos destinos do Clube e da SAD, estamos a hipotecar o nosso futuro.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar