Uma das coisas que não abona nada a favor da verdade desportiva são aqueles jogadores estrangeiros que são contratados pelo Benfica e que nunca chegam a jogar pelo clube.

E que acabam entre empréstimos e depois saidas definitivas por ficar por cá. Acontecia o mesmo com o Porto nos anos 90 estranhamente.

Hoje um desses jogadores, Luis Felipe, teve a infelicidade de se aproximar de um jogador do Benfica na área nos descontos, e Luís Godinho deu penalti claro.

Vejam por vocês o lance.

Coincidências do costume… Claro que um jogador avisado não se aproxima de um jogador do Benfica na área nos descontos, num jogo empatado. O resultado era o esperado. A vergonha continua.

Não é emprestado, mas 50% é Benfica

Jogadores emprestados não podem defrontar as equipas mães, para não haver suspeição. Este pode defrontar o Benfica porque as regras permitem. No entanto metade do seu passe continua a ser do Benfica…

3 COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta