Domingo, Agosto 9, 2020
Início Análise Clube Festejar golos de adversários. Começado por Varandas e continuado pelas claques

Festejar golos de adversários. Começado por Varandas e continuado pelas claques

Lembro-me bem dos últimos tempos do mandato de Bruno de Carvalho. Tal como estou a acompanhar como sempre o momento do Sporting, e estava no Estádio José Alvalade este Domingo quando o Portimonense nos marcou aquele golo por Jackson Martinez.

Poder dizer que houve festejos por parte da oposição a Varandas, ou das claques como ele reduz a oposição, é exactamente igual a dizer que Varandas festejou a derrota do Sporting frente ao Marítimo naquela fatídica tarde de 2018.

É que nessa altura vi muitos Sportinguistas, apoiantes depois de Frederico Varandas, a festejarem aquela derrota pois era “mais um passo para correr com o maluco do Presidente”. Chocou-me e enojou-me naquela altura. Tal como me choca e enoja hoje quem quer que se diga Sportinguista e festeje golos dos nossos adversários.

Agora uma coisa é certa, não foram todas as claques, nem sequer foi as claques em massa a festejarem o golo. Estavam caladas até aí e começaram a entoar cânticos anti-Varandas é verdade. Mas isso é tão verdade como o que aconteceu no fim de mandato de Bruno de Carvalho.

Uma coisa é certa, cada vez são mais semelhantes algumas atitudes nesta espiral. Bruno também dizia que os opositores eram apenas alguns grupos, tal como Varandas diz agora, e tentava minimizar os mesmos.

Na verdade o que o Sporting precisa é de uma clarificação neste momento, e essa clarificação só passaria de forma correcta por novas eleições, para as quais Varandas não tem a coragem e dignidade de oferecer aos sócios.

Até lá continuaremos numa guerra civil, e neste momento quem perde é o Sporting. E isso como sempre me deixa triste e chateado, nunca exultante.

Revolução digital: Prometido vs Em preparação

4
As diferenças entre as alterações eleitorais e digitais que Frederico Varandas propôs antes de ser eleito, e que estão a preparar agora.

Carlos Barbosa da Cruz engana-se no centro do seu argumento em defesa do sistema...

2
O tema do voto eletrónico, i-voting, e do número de votos de cada associado estão hoje no centro dos temas da agenda...

Facturação caiu 40%? Bilhética e merchandising subiram 150%? Ou Zenha mentiu?

1
Francisco Salgado Zenha fala numa percentagem da facturação do Sporting que revela ou uma mentira ou um cenário bem estranho.

Comparando Paulo Bento com Jorge Jesus, olhando Rúben Amorim e Varandas

0
Se formos avaliar bem o trabalho de Jorge Jesus e Paulo Bento temos notas importantes para Rúben Amorim e Frederico Varandas

Mentira do Record sobre as dívidas do Sporting descoberta há 48 horas

As provas da mentira do Jornal Record sobre as dívidas ao Sporting, não emendado nem desmentido em 48 horas.

10 COMENTÁRIOS

  1. A força do varandas neste momento tem duas caras… A luta contra a Juve agarrado ao poder e tentando reduzir a essa claque toda as manifestações e críticas dirigidas a ele, e a outra face é a imprensa que tenta manipular a opinião pública a toda a hora… As claques são um problema nacional da qual eu também acho que tenha que haver algumas regras e mudanças… Mas precisamos de uma polícia, justiça e governos fortes, não precisamos de um varandas com a capa de super herói ridicularizado.se a ele e ao do Sporting e metendo o clube num banho de incompetência e amadorismo. Não há outra palavra para esta gestão… Amadorismo. Fivelas OUT!

  2. Este varandas qual cancro galopante, entrou no Sporting para o destruir e retirar o maior número possível de frutos. Aliás, os chulos têm sido sempre os mesmos desde o fim do mandato de João Rocha até ao início do mandato do Dr. Bruno de Carvalho. Os tais chulos que voltaram com estes bandidos.

    • Amiga Olga Baptista assino por baixo, e na integra o seu comentário ipsis verbis!
      Resta-me a indiferença a partir de hoje, para com o mais antigo amor que tive na vida, depois da família!
      SE O CLUBE É DELES, ENTÃO QUE O SUSTENTEM E LHES FACA BOM PROVEITO !
      Comigo não contarão mais!

    • Nem mais. Podem vir disfarçados de croquetes, podem vir disfarçados de ex-bastonário, mas não passam disso mesmo, chulos que querem sugar o Sporting e a sua malfadada SAD.

  3. Estes bandalhos incompetentes e miseráveis ,sao
    da pior escoria da sociedade,por onde passam e
    Roubar, roubar,roubar!
    Política de terra queimada .

    Varandim ladrão pede a demissão!

  4. Os nucleos sao a chave para o afastamento desta podridao, ha que reuni—los, para esta direçao se afastar…e ja agora as pessoas que reuniram as assinaturas que is convoquem para uma manifestaçao em força, ate la nem mais um tostao de quotas…façam greve aos jogos, deixem os croquetes sozinhos

  5. O Bruno de Carvalho trouxe o que desde muito sempre faltou no Sporting ao nível do futebol profissional. Atitude vencedora. Lembrem se como foi escrutinadas a sua decisão de ir para o banco. O Pinto da Costa fez o mesmo no passado e ninguém se incomodou.
    O Sporting para se tornar vencedor vai ocupar o espaço do Benfica. Isso significa enfrentar um poder subterrâneo preparado desde muitos anos.
    Bruno atacou com precisão, contagiou os adeptos, trouxe ao estádio médias de espectadores impensáveis. Agitou, inovou, liderou e sucumbiu às mãos dos próprios afeptos. O mundo do futebol em uníssono tratou o Bruno como um corpo estranho, usou todo o seu poder para uma lavagem cerebral a muitos de nós através dos media. Hoje podemos entender porque pediu que não comprassemos mais jornais desportivos nem assistissemos aos painéis de comentadores. Ambos meios de exaltação da mentira, da especulação, de favorecimento. Ele sabia porquê.
    Erros ele teve concerteza mas menores, no essencial foi brilhante. Esperem para ver os próximos capítulos, ao nível dos tribunais, veremos quem são os ditadores do futebol. Rui Rangel vem relembrar esse polvo vermelho que continua intocável, mas que tremeu com o Bruno.
    Não o tivéssemos travado…………

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar