Estou chateado, como todos os Sportinguistas, depois de termos visto o Benfica jogar a Alvalade sem enfrentar uma oposição como a que temos sempre de montar.

Ainda estava 0-0 e comecei a pensar que dificilmente ganharíamos este jogo. Mal houve o primeiro golo do Benfica a certeza disso mesmo ficou feita, e a derrota desde aí pareceu sempre clara.

Culpados há muitos, para começar desde logo os jogadores. Que falta de atitude. Se tivessem entrado da mesma forma com que entraram contra o Porto na final da Taça da Liga nada seria igual. Mas não entraram. Dizer que entraram macios é pouco.

Pior foi que essa atitude nunca se alterou em todo o jogo, mesmo quando havia um jogador a mais do nosso lado. Onde está aquela atitude dos primeiros jogos de Marcel Keizer em que se tentava sempre em 5 segundos recuperar a posse? O cansaço justifica algumas coisas mas não todas, é muito também de atitude.

Entram as culpas de Marcel Keizer. Se a equipa anda num cansaço extremo, e sem rodar quase o meio campo, a culpa terá de ser assumidamente sua. Com Doumbia disponível, e que até esteve bem no último jogo, não seria de entrar? E Francisco Geraldes não teria permitido em diversos jogos descansar Bruno Fernandes 20-30 minutos? O mesmo se aplica a Miguel Luís e Wendel. Aqui tem de ser o treinador a assumir a culpa.

Ainda no capítulo do treinador, e algo que infelizmente tem sido recorrente nos últimos jogos, parece-me que a leitura do jogo a partir do banco e as opções tomadas não têm sido as melhores. Com o jogo como estava ao intervalo, onde o problema residia em não conseguir ter bola no meio, faz sentido a troca de extremos como primeira opção? E Diaby é mais relevante neste aspecto que Jovane?

Gostei apesar de tudo das substituições de desespero após a expulsão do guarda-redes do Benfica. Aí finalmente teve a coragem de arriscar verdadeiramente, mas era demasiado tarde. De notar que apesar disso achei que a equipa com mais um fez um erro em tentar bombear a bola em vez de a circular rápido visto ter mais um, mas nessa fase é normal que o discernimento seja baixo.

Outro ponto muito relevante para mim é a utilização de Gudelj como médio mais recuado. Cada vez mais tenho a certeza de que não serve para esse lugar, e o espaço entre a nossa defesa e meio campo foi sempre um passador completo para a ofensiva vermelha.

Quanto à direcção, e sei que muitos quereriam ler aqui ou uma crítica ou um apoio incondicional, não acho que seja ainda a altura para avaliar demasiado, apesar de este mercado já ser cem por cento da sua responsabilidade. Mas optaram por um mercado a olhar mais para o futuro, e sobre isso falarei nos próximos dias.

E sim, custa muito mesmo pensar que provavelmente a classificação mais provável para esta temporada seja o quarto lugar. É grave, terá consequências financeiras fortes, e obrigará a muito cuidado para o futuro. Mas que encarem por agora o campeonato jogo a jogo, e as contas fazem-se no fim.

3 COMENTÁRIOS

  1. Lamento dizer isto mas o Keizer é o principal responsavel e deixa muito a desejar. Ao nivel da rotatividade concordo integralmente com a analise do post. O Miguel Luis tinha sido o melhor jogador em campo e saiu da equipa para nao mais voltar. O B.Fernandes (não gosto dele, mas futebolisticamente é o que mais corre e tem melhor performance) não descansa nunca. O Geraldes está como o Jovane… encostados. Mas pior que isso é a apatia em relação às incidencias do jogo. Ao intervalo trocou homem por homem (Nani-Diaby) e julgo que com o Diaby nunca ficamos a ganhar. O Nani está lento mas fez o passe para o golo. Mas isso é uma questão pessoal minha. De resto toda a gente viu que os nossos laterais estavam muito abaixo, aquele lado direito era um passador. Era urgente mexer estruturalmente. O meio campo afundado… Gudelj não é trinco (6), nem sequer tem qualidade para 8. Mal por mal prefiro o Petro que é tosco mas luta e esforça-se e dá tudo em campo. Mas o problema nao reside aí, mas sim na inercia em mexer.. e mais uma vez mexeu tarde. a 10 min do fim… com a sentença feia. Por favor! era tirar o Gudelj e o B.Gaspar, apostar em 3 centrais com o Petrovic no lugar do Gudelj, o Nani a construir no meio, fdx qq coisa, mas que mexesse nos pontos que deram barraca na 1ª parte. Nao mexeu… nem 5 min demorou ao golo dos lampioes. Outra lacuna: os nossos centrais foram comidos sempre pelo ar. Incrivel. Falta de concentraçao? Mau demais, desde a Inercia do treinador, à falta de atitude dos jogadores.
    Tenho saudades do estilo de rigor e compromisso do Bruno de Carvalho!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.