Domingo, Março 29, 2020
Início Notícias Clube Com sete pontos Carlos Vieira arrasa Salgado Zenha

Com sete pontos Carlos Vieira arrasa Salgado Zenha

Não é segredo para ninguém que tenho bastante apreço por Carlos Vieira. Um homem integro que tentou levar o Sporting para o melhor rumo que conseguiu e que ajudou em muito a uma direcção deixar o Sporting muito melhor do que quando lá entrou. Algo único desde João Rocha provavelmente.

Hoje num artigo de opinião, que deixa semanalmente no Leonino, arrasa completamente Salgado Zenha, que por meias palavras tem andado durante estes meses a denegrir o seu trabalho. Cito aqui apenas os sete pontos chave que deixou, mas vale a pena ler o artigo completo.

  1. Não se goza com um parceiro ou cliente. Um negócio é bom para os dois. Imagine-se que se tinha vendido o Bruno Fernandes por 40 milhões de euros no Verão, a tempo de recompor a equipa, coisa que Zenha diz que não se conseguiu fazer. Poderíamos estar em 1.º ou 2.º lugar no campeonato nacional de futebol, em vias de ganhar muito mais dinheiro do que os 20M com que agora diz que enganou os tolos. E veja-se o impacto mediático que a sua afirmação teve em Inglaterra. Mais uma vez, a arrogância gerou um efeito negativo.
  2. A banca existe para ganhar dinheiro. A banca detida por fundos de risco (hedge funds), os chamados Fundos “Abutre”, como é o caso do Novo Banco, ainda mais dinheiro quer ganhar. Se há um problema com algum banco só tem de fazer exercer a magistratura de influência por via dos milhares de sportinguistas que têm relações com esse banco.
  3. Zenha rescindiu o contrato com quem estava a assessorar a recompra da dívida a desconto. E nunca quis perceber que nessa recompra se iria incluir o reembolso do empréstimo obrigacionista, sem necessidade de uma nova emissão. Disse em AG da SAD que pediram informação sobre quem seriam os investidores (coisa que obviamente não lhe deram, e como ex-funcionário de um banco deveria saber que não se pode dar) e estes fundos colocam unidades de participação em diversos investidores (como fundos de pensões, entidades públicas, entidades financeiras, etc.).
  4. Assumiu que conseguiria o haircut da dívida diretamente com a banca, desconhecendo, por inexperiência, que esta afirma aos seus clientes que terá dificuldade em fazer esses reconhecimentos de perdas diretamente com os mesmos, a não ser que sejam feitas através de PER – Processo Especial de Revitalização ou de RERE – Regime Extrajudicial de Recuperação de Empresas, que, obviamente, podem prejudicar a imagem das sociedades.
  5. Fala da estrutura fraca do Sporting quando manteve (e bem!) grande parte da mesma. Por exemplo, das áreas que me estavam adstritas diretamente só a área da segurança teve a sua direção substituída. Esquece (até porque se calhar não sabe pois nunca geriu nenhuma empresa na vida) que tivemos de fazer um despedimento coletivo e agressivamente reduzir em 40 milhões os gastos de estrutura. E aí, contrariamente ao que o seu chefe disse, conseguimos reduzir os gastos e aumentar a competitividade, ficando logo no primeiro ano em lugar de acesso à Liga dos Campeões no Futebol profissional. A isso chama-se “gerir”.
  6. Devia ter claramente assumido que está a aprender e que tem uma estrutura competente que o está a ajudar e que acredita que, a prazo (o mais curto possível para bem do Sporting), estará apto para falar sobre projetos para o futuro (além de um tal software, que custará para cima de dois milhões de euros e que não ganhará certamente campeonatos).
  7. Tem o “mérito” de ter conseguido ocultar os custos dos financiamentos do Sporting (na última Assembleia Geral da Sporting SAD disse que não os divulgava para proteger os interesses dos parceiros) quando, infelizmente, passou a Sporting SAD de SAD que tinha historicamente os menores custos de financiamento entre os clubes rivais (e louvor seja feito a todos os CFOs que me antecederam pois essa característica já vinha de trás) para a que maiores custos apresenta. Isso iremos certamente ver no próximo Relatório & Contas auditado.

Artigo completo em Leonino.pt

Carta aberta a Miguel Cal na hora da despedida

8
Caro Miguel, dirijo-lhe estas palavras agora que saiu da Direcção da SAD do Sporting com o máximo de honestidade possível.

Quem é o Presidente do Sporting em Exercício neste momento?

16
Hoje de manhã começamos o dia ao ver Frederico Varandas de uniforme militar a apresentar-se ao serviço no Hospital das Forças Armadas....

“Desvalorização de activos” por Francisco Salgado Zenha

13
Francisco Salgado Zenha, administrador da Sporting SAD responsável pela área financeira, disse hoje em entrevista ao Record o seguinte: "Começámos a perceber...

Segundo a Visão neste momento o Sporting está sem Direcção Legal e Legítima

10
Comecei o dia de hoje a ler este artigo desconcertante da Visão. Nele é expresso que segundo a Lei Portuguesa, e os...

Record mente na capa e artigo para propaganda?

10
Ontem vi a declaração de Frederico Varandas no Instagram de que voltaria de imediato ao serviço militar de forma a ajudar no combate...

3 COMENTÁRIOS

  1. O país, as empresas, os clubes, têm dívidas, em todos os momentos, até eu, mas tenho um prazo para cumprir o pagamento, em que o tempo varia muito, conforme o tipo de divida, e o que foi acordado. Os pedidos de insolvência, tem a ver desde o período em que fizeram a caça ao homem, em que lhe tiraram o tapete, e retiraram-lhe os poderes, o de regoniciar, em que a banca e grupos económicos o boiocotaram. Claro que a gestão parou, e houve um período em que o barco andou à deriva, até que o senhor varandas pegou no leme, e… começamos a navegar… à deriva e a meter água, temos o que merecemos.

  2. Uma gestão de risco nas mãos de incompetentes e amadores… “comprei um pacote da matutano e troquei o tazo que saiu com o outro gajo e enganei.o” ahhahaha é frase que define esta gestão…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar