Tenho ouvido com atenção o que Marcel Keizer tem dito após cada jogo. Percebo que com jogos ao ritmo de dois por semana se tenha perdido aquela pressão maluca que tantos resultados deram.

Especialmente no meio campo é normal com este ritmo de jogos não aguentarem nada. E percebo que Marcel Keizer refira o cansaço dos seus jogadores como factor determinante nisso mesmo. Agora vejo o onze que escalou para o jogo frente ao Feirense, a quatro dias do jogo decisivo com o Villareal.

Não consigo entender que joguem de novo Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes. Gosto dos últimos dois e muito, acho-os dos nossos melhores atletas. Mas tendo Doumbia, Miguel Luis e Francisco Geraldes não era de supor que alguns deles entrassem de inicio?

Assim espero bem que Keizer não se lembre de se queixar do cansaço nem hoje nem quinta feira.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.