Quarta-feira, Agosto 12, 2020
Início Imprensa Nacional Bruno de Carvalho: O que disse, o que não disse e as...

Bruno de Carvalho: O que disse, o que não disse e as mentiras que tentam fazer a partir do que disse

Muito se tem dito por causa do discurso de encerramento do Presidente Bruno de Carvalho ontem no fim da Assembleia Geral do Sporting.

Mais do que qualquer um dos jogos deste fim de semana, mas isso já era o que esperávamos de qualquer forma. No entanto o que anda a ser propagado por todo o lado não é a mesma coisa que foi dita ontem à noite, como quem lá esteve bem sabe.

O que Bruno de Carvalho disse

Bruno de Carvalho disse que muitos Sportinguistas lhe pediam para escrever menos no Facebook. Mas que o fazia para se defender dos ataques constantes que era alvo, e o Sporting. Como tal propôs um pacto.

Os Sportinguistas deixavam comprar os jornais desportivos, e o Correio da Manhã. Aqui foi muito claro. E que visto ser constantemente injuriado naqueles programas, incendiários de pseudo comentário, que se deixasse de ver a televisão nacional.

Ora eu interpreto esta segunda parte como deixar de ver estes programas desportivos. Não acredito, nem ninguém com dois neurónios, que o Presidente estivesse a pedir para deixar de ver o Canal Panda ou a Eurovisão.

O que Bruno de Carvalho não disse

De forma interessante Bruno de Carvalho não se atirou aos novos meios online, alguns deles melhores que outros, que têm falado mais de futebol do que das polémicas à volta dele.

Há alguns bons exemplos nos últimos anos, que se concentram mais em falar de futebol e menos em chafurdar na lama. Mas foi curioso estarem de fora do alvo destas palavras.

O que nos tentam vender que ele disse

O contra-ataque da imprensa já seria de esperar. Num meio que vive em crise financeira, talvez daí a facilidade com que muitos se vendem, perder mais de três milhões e meio de potenciais consumidores é violento.

Agora estão a tentar vender que Bruno de Carvalho tentou hostilizar os jornalistas. Quando na realidade o que fez foi liminarmente o oposto. Disse para os ignorarem. Deixarem de se deixar levar nas cantigas que estes maus jornalistas nos tentam impor.

E se o fizerem, diz que deixará de precisar de se expor de forma constante no Facebook para se defender e ao Sporting. Basicamente põe-se no ponto em que só lhe interessa a opinião dos Sportinguistas. E que se estes apenas ouvirem quem for sério, deixará de ter de se defender dos ataques feitos por quem não interessa.

O que é bem diferente de tentar silenciar os jornalistas, é deixá-los a falar para o boneco!

Quais seriam as reacções à contratação de Gaitan, se fosse no Sporting

0
Hoje estranhamente vi Sportinguistas a comentar a contratação de Gaitan pelo Braga como se fosse algo realmente notável conseguido por António Salvador....

O que pensar do limbo da Contratação de Antunes

0
O que pensar da chegada eminente de Antunes, se é que esta se chega mesmo a acontecer

Revolução digital: Prometido vs Em preparação

5
As diferenças entre as alterações eleitorais e digitais que Frederico Varandas propôs antes de ser eleito, e que estão a preparar agora.

Carlos Barbosa da Cruz engana-se no centro do seu argumento em defesa do sistema...

2
O tema do voto eletrónico, i-voting, e do número de votos de cada associado estão hoje no centro dos temas da agenda...

Facturação caiu 40%? Bilhética e merchandising subiram 150%? Ou Zenha mentiu?

1
Francisco Salgado Zenha fala numa percentagem da facturação do Sporting que revela ou uma mentira ou um cenário bem estranho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar