Segunda-feira, Outubro 21, 2019
Início Análise Confrontos com a verdade Braga mostra como funciona polvo do Benfica

Braga mostra como funciona polvo do Benfica

De há muitos anos para cá que a subserviência do Sporting Clube de Braga de António Salvador ao Benfica de Luís Filipe Vieira e Jorge Mendes  é algo que só não é visto por quem não quer ver. Como tal fiquei espantado ao ver o comunicado abaixo do Braga em que demonstram uma das faces do polvo Benfiquista, e que podemos observar como financiamento do tal Jogo da Mala encapotado.

Leiam com atenção.


A SC Braga, SAD informa, para conclusão de um processo que ganhou dimensão pública ao longo das últimas semanas, que desistiu da contratação do jogador Guilherme Schettine, não obstante a vontade do atleta em transferir-se para o SC Braga – conforme revelado à Comunicação Social pelo próprio – e o cumprimento, por parte desta Sociedade, das condições impostas pelo CD Santa Clara para a transferência do avançado brasileiro.

A conjugação destes factos torna este desfecho absolutamente inusitado, razão pela qual o SC Braga se reserva o dever de denúncia das situações verificadas ao longo deste processo e que, de resto, se têm revelado recorrentes no futebol português, repetindo-se protagonistas num enredo que denuncia quem detém o poder e quem a ele se deixa subjugar.

No que a factos diz respeito, importa reter a seguinte cronologia:

  • Em inícios de maio deste ano, o SC Braga manifestou interesse no jogador Guilherme Schettine, tendo procurado informar-se das condições para a sua contratação, através de um empresário que representou esta Sociedade nos contactos com o CD Santa Clara. O SC Braga foi informado que a SAD açoriana aceitaria negociações pelo valor de três milhões de euros, omitindo que a cláusula de rescisão é de dois milhões. Perante tal valorização, o SC Braga não concretizou o seu interesse e afastou-se de qualquer negociação;
  • Após o fecho do campeonato, o SC Braga tomou conhecimento de que o CD Santa Clara negociava o jogador com o SL Benfica por 1,5 milhões de euros. O avançado permaneceria, porém, no plantel do CD Santa Clara;
  • A 29 de julho, o SC Braga foi informado pelos representantes do jogador que Guilherme Schettine rejeitava a transferência para o SL Benfica, por entender que desportivamente não era a opção que melhor servia as suas ambições imediatas. Nesse cenário, o SC Braga reiterou o seu interesse, após saber pelos empresários de Schettine que havia o compromisso por parte do CD Santa Clara de negociar o avançado pelos mesmos valores discutidos com o SL Benfica;
  • A 31 de julho, os empresários de Schettine contactaram o Administrador do CD Santa Clara, Diogo Boa Alma, confirmando quais as condições impostas para a negociação, independentemente do clube que apresentasse a proposta. Foi informado pelo Administrador Diogo Boa Alma que seria aceite qualquer proposta de 1,5 milhões de euros. Há registos áudio e um email que comprovam esta tomada de posição por parte do CD Santa Clara;
  • Informado das condições, o SC Braga concordou com as mesmas e, nesse mesmo dia, formalizou uma proposta que satisfazia as pretensões do CD Santa Clara. Tal proposta, enviada de forma oficial, não obteve qualquer resposta;
  • A 1 de agosto, o CD Santa Clara contactou o jogador e os seus representantes para a marcação de uma reunião, no dia seguinte, em Lisboa, com os responsáveis do SL Benfica. Guilherme Schettine e os seus empresários recusaram reunir;
  • Perante a ausência de resposta do CD Santa Clara à proposta apresentada pelo SC Braga, o Presidente António Salvador contactou diretamente o Administrador Diogo Boa Alma, que afirmou que não negociaria com o SC Braga por ter um compromisso pessoal para colocar o jogador no SL Benfica e por temer represálias, remetendo para a cláusula de rescisão e assim faltando à palavra dada aos representantes do jogador;
  • A 2 de agosto, e apresentando-se como representante dos interesses do SL Benfica, José Luís Gonçalves (ex-diretor de futebol do CD Aves) entrou em contacto com o empresário do jogador, Javier Rangel, pedindo uma reunião com o presidente do SL Benfica e garantindo que tanto Guilherme Schettine como o seu agente seriam “bem recompensados”. Tal abordagem pode ser facilmente comprovável;
  • Perante o impasse existente, por força da vontade expressa do jogador e da intransigência do CD Santa Clara, o SC Braga não pode prolongar a espera pelo desfecho da operação.

Este longo episódio, aqui denunciado, não é caso único, mas antes a demonstração de uma realidade profundamente entranhada: o futebol português transformou-se num teatro de marionetas.

Sociedades que deviam competir num plano de igualdade resignam-se a uma lógica vertical de influências, na qual “manda quem pode e obedece quem tem juízo” e onde se multiplicam operações que escapam à lógica desportiva, se inflacionam de forma especulativa os valores do mercado e se impede que outros clubes possam reforçar-se.

A fachada do futebol de um País que tem uma Federação tão pujante e uma Liga que se apresenta cada vez mais sustentável esconde a pobreza de um edifício de campeonatos profissionais onde competem clubes tão dependentes de uma mão que as alimente política e financeiramente e tão permeáveis a influências externas, não pela sua falta de grandeza institucional, mas pela pequenez de alguns dos seus dirigentes.

No futebol português, de boas almas está o inferno cheio!


Uma descrição complete como esta deixa pouco por dizer. O modus operandi apenas prova aquilo que já muitos de nós suponhamos e deixa transparecer a podridão do nosso futebol e como o Benfica conseguiu os títulos dos últimos anos.

Claro que outra pergunta que surge é o porque de finalmente o Braga se mostrar contra isto. Acha mesmo que chegou a altura de tentar uma aproximação competitiva aos grandes? Poderá ser, finalmente têm um treinador forte para juntar a um plantel que tem evoluído de forma consistente e podem fazer estragos mesmo que não lutem pelo título.

Não deixa no entanto de ser possível acreditar na teoria que entretanto toda a máquina de propaganda benfiquista, oficial e não oficial, começou a fazer correr de repente: a aproximação ao Porto de Pinto da Costa.

Seja qual for o motivo este é grave e demonstra muito do que de errado está no futebol Português. E curioso declarações desta gravidade só ocuparem pequenas caixas nas capas dos três jornais desportivos do dia.

O que pensar da entrevista de Hugo Viana?

Hoje no Record, até agora sempre o órgão favorito desta direcção, Hugo Viana vem finalmente falar sobre o estado actual do futebol, e em...

Como evitar eleições? Com as cabeças de Viana e Raul José

Neste momento temos um clube sobre brasas. Não vale a pena dourar a pílula quer se goste ou não de Frederico Varandas tem de...

Até sempre Rui Jordão, a Gazela que se tornou dos maiores Leões

Numa altura em que se fala cada vez mais de falta de referências de verdadeiro Sportinguismo e superação no Sporting ver partir Rui Jordão...

Agora já está preocupado Varandas?

Estou chateado e muito com este resultado e exibição frente ao Alverca. Uma pré-época desastrosa, uma construção do plantel que falhou redondamente,...

Alverca vs Sporting – Será chance final de Jesé?

Acabou a pausa das selecções e retorna hoje a competição nacional precisamente com a Taça de Portugal, conhecida por muitos como a prova rainha....

5 COMENTÁRIOS

  1. Parece que as obras acabaram no Seixal para a empresa do Salvador,pois aquilo que parecia a muito só agora e denuncia. Lá diz e velho ditado”Zangan-se as comadres sabem – se as verdades”

  2. Eu acho que vocês são é doentes.
    O Braga já falou no campeonato de 2009/2010
    O Braga já denunciou o Benfica no caso Djavan.
    O Braga já denunciou o Benfica no caso Candeias
    O Braga já denunciou o Benfica no caso dos três moídos do Leixões. Vocês só agora é que acordaram? Porquê? Porque não convinha às vossas fábulas? Aos vossos delírios mentais? Às vossas necessidades de justificar falhanços consecutivos nas vossas lutas?
    Ficam já aqui a saber uma coisa. O clube mais odiado rm Braga é precisamente o Benfica. Epah, cresçam.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar