Terça-feira, Julho 27, 2021
InícioNotíciasBenfica envergonha Portugal e diz que NY Times tem é inveja

Benfica envergonha Portugal e diz que NY Times tem é inveja

Se perguntarmos a alguém qual o jornal mais reputado do mundo a resposta da grande maioria será claramente o NY Times. É um bastião de liberdade e de investigação, e ver a forma como ontem descreveu o quão vergado está o Estado Português ao Benfica é algo que nos envergonha a todos.

Fica claro que a nossa justiça, poder político e desportivo, além da imprensa, são neste momento não apenas coniventes com as práticas imorais do Benfica que lhes vão trazendo vitórias como também agentes claros dessas práticas.

Vale a pena ler na integra o artigo para perceber a gravidade de tudo isto, e que continua a passar impune tanto na nossa justiça como na imprensa.

The Soccer Club as Sovereign State
NY Times

A resposta do Benfica não podia ser mais infantil, ridícula e demonstrativa da sobranceria com que pensam e agem. Dizem que o NY Times tem é inveja, e que estão ao serviço de poderes que querem derrubar o Benfica.

Parece uma desculpa de criança de escola primária, mas é assim que o Benfica trata uma clara demonstração da sua corrupção. E mesmo assim os seus adeptos acham normal e acham que o NY Times realmente tem é inveja e está errado.

John Textor: A primeira tentativa hostil de takeover de uma SAD de um ‘grande’

1
Estamos neste momento a assistir à primeira tentativa de um privado tomar controlo de uma SAD de um 'grande' em Portugal. Estou, evidentemente, a...

Que belo jogo na vitória do Troféu 5 Violinos

0
Durante muitos anos o Sporting sofrer um golo cedo era sinal de desgraça pela certa. Hoje sofremos um golo, e tudo se manteve calmo....

Record faz asneira e divulga alternativo antes do Sporting

1
O Sporting andou a fazer algum segredo da camisola alternativa, quase até à última hora, com intenção de a mostrar pela primeira vez ...

Eduardo Quaresma emprestado ao Tondela. Boa opção?

0
Hoje ficámos a saber que Eduardo Quaresma será emprestado por uma temporada, sem direito de opção, ao Tondela. Adoro Eduardo Quaresma, e acredito que tem...

Portimonense queria Bruno Paz grátis, e sem contrapartidas? 😂

1
Bruno Paz é um daqueles jogadores interessantes, mas que nunca conseguiu encontrar o espaço para dar o salto para a equipa principal. Azares vários,...

6 COMENTÁRIOS

  1. Bem, mas as respostas dadas pelos benfiquistas, confere em absoluto com a tradição benfiquista, com aquilo que é o benfica. A mim, aquilo que a mim me deixa tonto, é ver, desde há dezenas de anos, que haja quem se diga sportinguista, todavia, alinha com os discursos e práticas daquela organização criminosa, até mesmo quando o objectivo seja eliminar física, intelectual e profissionalmente grandes, sportinguistas, que corajosa e frontalmente, acusa o benfica, os benfiquistas e seus agentes, daquilo que verdadeiramente são. Mas pronto, as coisas são o que são!

  2. Qualquer “bom ditador” garante que os outros países querem é “Derrubá-lo”!
    Ele próprio só quer o bem dos outros.

  3. Antes do 25 de Abril/74 havia o nacional-fascismo e a censura. Agora há o nacional-benfiquismo e a auto censura. Esta notícia do New York Times foi publicada ontem. Poucos jornais e televisões, de forma envergonhada, lá foram dando a notícia, pese embora, qualquer notícia deste jornal sobre Portugal, dava abertura de telejornais e debates. No entanto, para além da fazerem censura, optaram pela resposta do dono, isto é, do benfica, confirmando, mesmo não querendo, o título do NYT: “O clube de futebol como Estado Soberano”.
    Depois desta vergonha, lá vem o Pedro Guerra, desculpem, o benfica, justificar o injustificável, usando mão de imbecilidades comuns a qualquer mentecapto: pois isto de explicar ao NYT que um funcionário judicial não é funcionário do Ministério da Justiça é hilariante ( desculpem, mais uma vez, só o Pedro Guerra é que poderia escrever esta pérola ) e de ” funcionário de um tribunal de pequena instância, de uma pequena cidade do interior do País”. Pois esta pequena cidade do interior do País de um tribunal de pequena instância é….Guimarães que, por acaso até tem um Tribunal da Relação. Claro que Guimarães comparado com Nova Iorque, até Lisboa, são cidades pequeníssimas, mas para Portugal….Só mais uma coisa: se esta notícia se reportasse a ” falcatruas “de outro clube, que não o benfica, a nossa empresa reagiria assim?
    Presumo que não. Daí o título do NYT ter acertado no alvo, para vergonha de todos os portugueses.

  4. Isto demonstra o compadrio entre o poder do futebol e os politicos e muitos agentes de justiça. Antes poder do Benfica , depois do Porto e agora de novo do Benfica. Mas mantenho uma esperança na policia judiciária que será exenta e levará as investugacoes ate ao fim. Neste caso sem a ajuda dos media do costume, que para outros casos são tão activos nas suas investigações mas aqui apesar das provas escandalosas escolhem o silêncio.
    So espero que os dirigentes do sporting precionem para o esclarecimento de toda a verdade e a inadiavel punição desportiva de todos os implicados nesta vergonha de favores, prendas, influemcias, corrupcao encapotada.

    • Quais dirigentes? Aqueles que podendo pedir recurso no caso e-toupeira se remeteram ao silencio. O capitão coragem cheio de medo das ameaças feitas pelo orelhas logo após a sua “eleição” como presidente do sporting?

  5. Gostava era de ver aqui pedir justiça pelo assumir de um ex presidente do Sporting que comprou árbitros para ganhar!!!! Mas onde está essa condenação? Onde está esse apurar da justiça?? Pois… Azia essa não falta. Lá dizia outro ex presidente : a carneirada vai atrás. Agora censura se quiseres

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar