Sexta-feira, Fevereiro 28, 2020
Início Análise Clube AG Destituitiva, Demissão ou alternativa?

AG Destituitiva, Demissão ou alternativa?

Nos últimos dias têm sido inúmeras as vozes que vieram a público pedir para Rogério Alves cumprir os estatutos e dar a voz aos sócios que a pediram na forma de uma Assembleia Geral Destituitiva destes órgãos sociais. Que tinha um prazo de resposta até terça feira passada, mas que ainda está sem resposta, provavelmente usando algum argumento legal qualquer que permita esse atraso.

Muitos outros têm vindo a publico de forma mais directa para Frederico Varandas a pedir para reconhecer incompetência atroz da sua gestão até agora e que se demita. Eu durante meses pedi para ele demitir Hugo Viana e a restante estrutura do Futebol, que era obviamente incompetente, e podia ter sido a solução para evitar que fosse mesmo Varandas a ter a cabeça a ser pedida, mas provavelmente já passamos essa fase.

No entanto há uma terceira via que provavelmente permitiria mais calma a todos, e mais controlo sobre todo este processo por parte dos Sportinguistas. O pedido de Varandas à Mesa da Assembleia Geral para convocar eleições extraordinárias para Março deste ano.

Março é o mês estatutário para eleições no Sporting por ser o mês que possibilita a quem chega ter tempo o suficiente para preparar a nova temporada. Ao convocar novas eleições desta forma Varandas continuaria no poder até essa data, evitando novas atrocidades como a comissão de gestão.

E claro, seria livre de se voltar a candidatar, com a mesma equipa ou até mudando alguns nomes, com plena legitimidade de continuar caso ganhasse as mesmas.

Também é um cenário muito melhor que a AG destituitiva. Primeiro porque já se percebeu que Rogério Alves anda a empatar uma decisão. Depois tenho sério medo de que seja qual for a decisão alguma das partes entre com a história das providências cautelares para a sua realização ou não. Isto já aconteceu com Godinho Lopes e Bruno de Carvalho e só trouxe mais entropia, chegando no final a haver ordem para as fazer de qualquer forma.

E depois de uma AG destituitiva, caso seja aprovada a destituição, terá de ser nomeada uma Comissão de Gestão, e mesmo a Mesa da Assembleia Geral está nos órgãos a destituir ficando assim pouco claro quem organizará o novo ciclo eleitoral caso esta destituição aconteça.

Para o bem do Sporting o lógico e racional a fazer é claro, convocar as eleições, e tentar que este seja um processo o mais calmo possível. Sendo que Varandas terá a oportunidade aí de mostrar aquilo que fez até agora, os seus planos para continuar, e caso seja o candidato com mais votos, mesmo que de novo sem mais votantes, terá legitimidade para continuar. Mas só dessa forma.

Sportinguistas a notar que a direcção está a queimar Silas

6
Não é a primeira vez que por aqui critico escolhas de Silas. É um treinador que até aprecio, mas como é óbvio tem...

O estranho critério dos comentadores do Record

2
Alguém me consegue explicar com jeito o critério que ambos os comentadores de arbitragem do Record usam para definir ambos os lances...

Ver jogar Plata e pensar no que se gasta em Jese e Bolasië

1
Vi o jogo de ontem em Alvalade agradado com algumas das mexidas na frente de ataque. Ver Jovane e Plata no lugar...

Porque o Record ataca Silas desta forma?

7
Hoje fomos presenteados com (mais uma) capa surreal do jornal Record. Um jornalista pergunta se o mercado de Janeiro...

Será que não sou escumalha e por isso pude entrar calçado?

3
Com jogo marcado às 17:55 complica a vida de quem trabalha e tenta chegar a tempo para ver o nosso Sporting. Estaciono...

9 COMENTÁRIOS

  1. Bom Dia,
    Parece-me simples e lógico que o vai acontecer é a tua segunda hipótese, a das eleições antecipadas, porque caso eles deixem o caso arrastar até à AG destitutiva, o que será visível para todos será o atropelo de regras e estatutos da mesma que arrancou BdC da cadeira. Na verdade olhando para o que estão a fazer agora com esta AG já pouco ou nada me surpreende vindo desta gentinha ….

  2. Agora aguenta e não chora! O ordenado deles todos está garantido até ao fim do mandato vão se chatear mais com o que? Ainda por cima ate tem os media do lado deles que nem faz grande pressão que assim é que isto está bom…. agora é esperar que o clube aguente ate este mandato acabar e voltamos a votar.

  3. Não ha nenhuma razão para haver destituição.
    Estatutariamente má performance no futebol não é razão para se destituir ninguém.
    As direções do clube são mandatadas para a duração do mandato e não para se fazerem revisão após um ano e meio. A avaliação faz-se no fim. Dizer que o clube está dividido, e isso ser razão para destituição, não tem cabimento. Basta 50,01% dos votos para ser eleito, não é necessária unanimidade ou maioria qualificada.

    Comparar isto com as razões para a destituição de Bruno de Carvalho só pode ser feito por ignorância. Bruno carvalho foi destituido por ter nomeado orgão sociais que só podem ser eleitos pelos sócios numa violação gravíssima dos estatutos.

    Percebo a indignação com a performance actual mas a MAG tem o dever de defender os estatutos do clube. Dar azo a uma AG destituvia sem haver justa causa é um procedente gravíssimo para o clube. As AG destitutivas não servem para avaliar a justa causa, mas sim se deve-se destituir a Direcção com base nessa justa causa (que deve ser validada pela mesa da AG).

    • “Bruno carvalho foi destituido por ter nomeado orgão sociais que só podem ser eleitos pelos sócios numa violação gravíssima dos estatutos.” – isto parece-me ser nem 10% da história toda. A maioria das pessoas não votou a pensar nisso. Os “supostos” 71% votaram pq não gostaram do facebook, do fumo, da revisão dos estatutos, do ” não vejam tv para além da sportingtv” e sobretudo por causa do ataque à academia que SÓ PODIA ter sido orquestrado por ele.
      Por outro lado a incompetencia desta direcção vai MUITO ALÉM dos resultados desportivos da equipa sénior masculina… e em termos de atropelos de estatutos eu só relembro aquilo que o grilo falante disse numa entrevista da tv aqui https://www.youtube.com/watch?v=1M_1biarw7Y portanto é tudo mta giro até alguém ficar sem um olho ….

    • os estatutos nadam falam em justa causa. E enquanto não mudarem os estatutos, as leis são para se cumprirem.

      As AG destrutivas devem ser convocadas sempre que um conjunto de sócios reúna todos os requisitos previstos nos estatutos. A fundamentação da justa causa é completamente irrelevante para a discussão em causa.
      O Presidente da MAG só tem que cumprir escrupulosamente os estatutos e se não o fizer deve ser destituído de funções e punido disciplinarmente de forma exemplar. A MAG representa os sócios e serve unicamente para lutar pelos direitos e representação dos mesmos.

      O clube ainda é dos Sócios, gostem ou não…

  4. Mas o Bruno teve 95% dos votos 3 anos depois ser eleito a presidente… Não são meias dúzias de fantoches atrasados mentais que influenciam o meu pensamento. O Bruno cometeu os seus erros… Sabia que os media tavam a prostituir. Se como se veio a provar nos emails… O ataque depois foi sem precedentes e levou fantoches mongas a invadirem uma academia e pagou com os erros foi destituído. Era obrigacao dele perceber que tinha que parar… Não queremos o Bruno mas queremos alguém muito parecido ao Bruno mas se possível sem redes sociais. Uma pessoa que pegue no clube e que mande no clube. Os sócios não têm que mandar no clube tem que mandar nas casas deles 3 3acokher a pessoa certa para mandar no clube… Hoje e sempre

  5. Francisco o Bruno pecou porque não percebeu a força de quem domina o futebol no seu sub mundo, presidentes de alguns clubes, empresários, e grupos de investidores, meios de comunicacao, etc. E caiu porque os sportinguistas emprenharam pelos olhos e ouvidos e tiraram lhe o tapete. De presidente adepto passou a presidente proscrito por uma escumalha(leia se comissão de gestão e associados) que gravita ha muito no nosso seio. Mas a verdade vem ao de cima como o azeite e a sua reabilitação já começou.
    Mas se internamente não nos virarmos para dentro, fluindo o nosso sportinguismo, sendo firmes no que gostamos para o nosso clube vamos dispersar nos de novo e a história repete se. Bruno optou pelos adeptos e perdeu. Veremos o capítulo seguinte que este morreu no dia que se iniciou.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar