Sábado, Outubro 16, 2021
InícioAnáliseClube5 Perguntas importantes a fazer sobre o caso Miguel Albuquerque

5 Perguntas importantes a fazer sobre o caso Miguel Albuquerque

Estou um bocado transtornado com todo este caso que afecta Miguel Albuquerque e o Sporting. É público que acho que Miguel Albuquerque é dos melhores funcionários do clube, e que foi decisivo pelo crescimento do Futsal, e agora das modalidades.

E é claro que estou cem por cento do lao das vítimas de violência doméstica, um crime abjecto que deve ser punido legalmente sem qualquer apelo nem agravo.

Ao que é noticiado Miguel Albuquerque foi condenado por violência doméstica para com a sua ex-companheira, com pena suspensa, e essa é a decisão legal do processo.

Pergunta 1: Porque o Sporting suspende e tenta rescindir com Miguel Albuquerque?

Quando me surgiu esta notícia defendi que percebia a lógica em conversas no WhatsApp. Por muito que não haja nenhuma justificação óbvia para o afastamento, por não ter sido decretado um distanciamento obrigatório entre a mulher de Miguel Albuquerque e este, faz sentido proteger uma vitima de agressão, mesmo que isso implique o afastamento profissional de um profissional competente.

Pergunta 2: O Sporting sabia que Miguel Albuquerque e a Ex-Mulher estão de novo juntos?

Esta é a pergunta que torna tudo mais complexo, e que cria aqui um problema moral ainda maior. Caso este afastamento seja para proteger a vítima faz pouco sentido se ela já estiver de novo junta com Miguel Albuquerque.

Para confirmar esta situação ainda ontem, depois das notícias, a Ex-Mulher colocou nas redes sociais imagens deles os dois juntos. Confirmei depois que esta situação era publica e conhecida no clube.

Isto não retira gravidade às acusações, e a lei até está preparada para isso tornando o crime público e impedindo que a acusação possa ser retirada pela vítima.

Pergunta 3: Pode a demissão ser por factos relevantes usando meios do clube e ocultação?

A teoria que surge entretanto é que o clube apesar de saber da acusação e do processo não sabia do resultado, e só soube ontem pela imprensa.

E que a demissão poderia ser por ter sido usado meios do clube na agressão. Se for esta a argumentação a dúvida que surge é se o clube estava ligado com este processo, porque é que não se constituiu como assistente do caso, sabendo também na hora do resultado do mesmo?

Pergunta 4: Pode ser demitido por motivos políticos?

Ignorando todos os outros factos podemos dizer que pode ser demitido por motivos políticos visto ser um crime grave, e que não se quer pessoas com este historial no clube. É uma decisão politicamente viável e aceitável, mas que leva à questão final.

Pergunta 5: Se se demitir politicamente Miguel Albuquerque deveria Varandas se demitir?

Que este processo era conhecido quando Miguel Albuquerque foi convidado por Varandas a ser sua figura de cartaz na campanha é um facto. Tal como posteriormente quando foi eleito era público este caso e tornou Miguel Albuquerque o Director Geral das modalidades.

Se Varandas sabia de tudo isto quando foi eleito, e usou Miguel Albuquerque como a sua maior arma eleitoral, e o confirmou depois como Director Geral das modalidades, teve decisões politicas que o validaram.

Se o demite politicamente, tem outra saída que não apresentar também a sua demissão por motivos políticos derivados do caso?

Festa da Taça estragada por entrada que lesionou Pedro Porro

0
Hoje o derby entre Sporting e Belenenses tinha tudo para ser uma grande festa. E até estava a ser até André Frias estragar o...

Vitorino Antunes fala de quem serão os próximos diamantes do Sporting

0
Numa longa entrevista ao Record o nosso campeão Vitorino Antunes revela muito do que foi o espírito férreo que nos fez ganhar o tão...
Eusébio

Em 11 jogos frente ao Luxemburgo Ronaldo ainda não conseguiu fazer o mesmo que...

2
Cristiano Ronaldo é o melhor jogador de sempre da história do Futebol, e então quando vemos apenas de jogadores de selecções europeias é de...

Daniel Bragança renova até 2025 com o Sporting

0
O momento de forma de Matheus Nunes não tem deixado Daniel Bragança ter todos os minutos que merece, mas pelos melhores motivos. Sempre que entra...

Não se deixem convencer que negócios como o Newcastle são inevitáveis em Portugal

1
O negócio que se falava há algum tempo foi fechado, e o Newcastle foi adquirido pelo Public Investment Fund. Que sendo um fundo dirigido...

3 COMENTÁRIOS

  1. Querer trazer para o público assuntos privados nunca me pareceu boa decisão. Muito menos se se pretender esmiuçar acontecimentos que dizem respeito à vida privada de um casal, em que um dos conjuges está acusado e condenado por violência doméstica -violência que, diz-se, não é violência física mas, antes, violência verbal usada em emails que poderão (ou não) ter sido enviados com uso de meios técnicos do Clube.
    A pergunta (vossa) nº. 2 é de estarrecer: que tem o Clube a ver com a vida privada dos seus funcionários?
    Mas tem o CD a ver algo a ver com a vida privada dos funcionários do Clube? Claro, se a mesma envolver, de algum modo o próprio Clube. Contudo, não pode nem deve trazer a discussão, muito menos os seus pormenores, para o público – estamos a falar da vida privada de pessoas!
    Compreendo que num jornal(?) se entenda que a fofoquice venda, mas já não compreendo que, em âmbito desportivo, se traga o assunto a público.
    Se calhar o erro é meu (e dos meus quase 78 anos de vida). Pois que seja! Mas digo-vos que não será por mim, sócio do Clube, que este CD será apontado se entender resolver a questão dentro de portas.
    Já repararam que estão a querer discutir questões sobre as quais só sabem #violenciadomestica e #foicondenadocompenasuspensa ?
    SL

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site utiliza cookies. Mais informação

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Fechar