Muita gente gosta de falar da estrelinha em vitórias como a de hoje. Nada mais errado a meu ver. Hoje foi uma vitória da união e do querer, isso sim.

Uma equipa que fez asneira quando estava a ganhar por duas bolas a zero, deixando-se adormecer e descontrair. Quantas vezes vimos isto no passado? Demasiadas bem sei.

No entanto hoje vimos depois disso acontecer algo bem diferente de outras alturas. A equipa uniu-se e foi para cima com uma vontade férrea de vencer.

Engraçado ver William Carvalho, que alguns duvidavam se estava ou não comprometido com este projecto, a ser dos que mais empurrou a equipa para a frente. Mas sem deixar de ser Sir William e a continuar a pensar sempre bem o seu jogo.

A vitória, surgida num penalti indiscutível perto do fim do periodo de descontos, é bem merecida. E sorte só se for na lógica do “A sorte protege os audazes!”.

1 COMENTÁRIO

  1. “Quantas vezes vimos isto no passado? Demasiadas bem sei.”
    Amigo, no passado?
    Ainda na última jornada vimos exactamente o mesmo: a ganharmos por 2-0 ao Estoril em casa fomos para um final de jogo pelo menos tão dramático como este.
    Já não se lembra?

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.