Ontem ficámos a saber que alguns clubes votaram contra os limites das prendas aos árbitros por parte dos clubes da Liga.

Entre eles Benfica, o principal interessado no assunto e costumeiro em gastar largos milhares de euros em prendas, é o cabeça de cartaz.

Mas depois surge Vitória de Setúbal. Um clube que à partida preferia alinhar pela verdade desportiva e contra as prendas. Estranhei isso, mas pronto.

Hoje surge na imprensa que o Benfica estará a fechar a contratação de João Amaral. Avançado que fará agora 26 anos, e que cumpriu este ano a primeira época na primeira divisão. Ao serviço do Vitória de Setúbal.

É estranho o Benfica ir gastar dinheiro a contratar um jogador que apenas chega com esta idade à primeira liga. E claro, que parece longe da qualidade de um grande.

Mas mais estranho ainda é que se diz nas mesmas notícias que o jogador será emprestado ao mesmo Vitória de Setúbal.

Ou seja. O Vitória de Setúbal vota ao lado do Benfica contra a verdade desportiva em proveito deste. No dia a seguir vende um jogador ao Benfica recebendo dinheiro, e recebendo por empréstimo o jogador.

Ou seja ganha dinheiro na venda, e ainda lhe deixa de pagar ordenado.

Se eu fosse pessoa de teorias da conspiração iria dizer que estava na presença de votos comprados…

9 COMENTÁRIOS

  1. “Ontem ficámos a saber que alguns clubes votaram contra os limites das prendas aos árbitros por parte dos clubes da Liga.” apenas uma correcção, não se votou contra os limites das prendas mas sim contra a redução destes limites. Esta correcção faz toda a restante argumentação cair por terra.

Deixar uma resposta