Mais do que do jogo de ontem o Sportinguismo Virtual hoje discute a liberdade de expressão. Várias pessoas receberam notificações de que lhes foram levantados processos em tribunal por parte de Bruno de Carvalho.

Logo se levantou muita gente questionando esta medida. Atentado à liberdade de expressão. Censura. Tirano! Tudo isto se ouviu e leu. Mas será isso mesmo?

Estas pessoas usaram a sua presença na Internet para colocar em causa a pessoa de Bruno de Carvalho. Acusações sobre a sua vida profissional, e agora a sua presidência no Sporting. Afirmaram que ele cometeu vários crimes e ilegalidades.

Qualquer pessoa numa sociedade de direito tem o direito de fazer estas acusações. É a liberdade de expressão que o permite.

Agora outro direito democrático que assiste às pessoas é a de defenderem o seu bom nome. Caso alguém acuse outro de crimes sem provas, ou outros meios de justificar a sua acusação, pode e deve responder por eles em tribunal.

E é isso que Bruno de Carvalho está a fazer agora. Se estes que se levantam a defender a sua liberdade de expressão tiverem provas para sustentar o que disseram é simples. Vão a tribunal, e ganham. Não devem ter medo disso.

Se no entanto o que fizeram não passar de calúnias, que tanta gente na Internet faz por se sentir mais protegido para mentir e difamar por traz de um computador. Bem, aí terão a pena correspondente.

Acho bem que Bruno de Carvalho tenha colocado estas acções em tribunal. Só tenho pena é de mais gente não o fazer quando o seu bom nome é colocado em causa no mundo virtual.

2 COMENTÁRIOS

  1. e será normal que todos os visados (os tais que difamaram o cidadão BdC) sejam coincidentemente todos sócios do Sporting? (caso se confirme a noticia que li num periodico)
    e será normal que BdC quisesse avançar judicialmente através dos orgãos competentes do clube e não em nome individual? (caso se confirme a noticia que li num periodico)
    e alguem me convence que isto não é pura caça às bruxas?
    Como sócio, não me revejo no uso destes expedientes e tenho dificuldade em dissociar (como se tem tentado passar) a ideia de que estamos apenas na esfera da difamaçao do cidadão BdC e da consequente defesa da honra, e não de uma politica de medo e imposição do silêncio ao trabalho do actual presidente do meu clube.
    Enquanto não me provarem o contrário, acho que o meu clube está em modo purga (caça às bruxas) contra todos aqueles que não se identificam aqui e ali com a actual gestão/imagem do presidente.

    • O meu amigo está é habituado a presidentes de clube sem vestígio de honra. A minha opinião é precisamente a do texto. Acho muito bem que quem tem opinião, a sustente com tomates, ou pague a pena da falta deles.

Deixar uma resposta