Tribunal

Mais uma informação veio a público, desta feita pela Revista Sábado, que obriga a que todo o processo dos Vouchers venha a ser reaberto e julgado desde inicio.

As provas a que a sábado teve acesso comprovam que Luís Filipe Vieira e a direcção do Benfica tiveram acesso aos depoimentos dos árbitros e outros oficiais envolvidos no caso, antes de deporem eles mesmo.

Ou seja tiveram acesso a dados que permitiram depois moldar todo o seu discurso para encaixar de forma perfeita naquilo que tinham pedido aos árbitros para dizer.

Assim é fácil ganhar na justiça. É como comprar árbitros ou enviar malas nos jogos para o campeonato.

1 COMENTÁRIO

  1. Caro SCF , eu costumo dizer sempre que o caso dos vouchers e um exemplo de como o boifica controla o sistema, porque a forma como foi julgado, nao lembra a ninguém e o mais incrivel que pareca nao vejo ninguém nem mesmo o Sporting a falar nisso. E que os vouches vão contra o artigo 62 codigo disciplinar da liga, da direito a descida, e os fdp julgaram o caso baseando se nos regulamentos da UEFA , dos tais 158 euros ou qualquer coisa assim, mas os regulamentos da UEFA não sao para aqui chamados para nada. E como alguém for a tribunal em Portugal e ser julgado com a lei de outro país por exemplo Guiné, Faz algum sentido faz?? Qualquer pessoa com 2 dedos de testa diria que nao, pois mas foi exactamente como julgaram o caso. Claro que ha aqui o parecer dos arbitros que mais uma vez nao e chamado para o caso. Mas basicamente foi isso, infelizmente o nosso Sporting foi bastante ineficaz , e deixou se passar a perna. Coninhas de sabão, e o que sao.

Deixar uma resposta