Depois de um grande jogo na Liga dos Campeões chega agora um jogo em casa contra o Vitória de Setúbal.

Apesar de o Vitória ser um histórico do futebol português esta época está a ser mal orientado por Domingos Paciência. E junta isso ao plantel não ser brilhante.

Acho que neste jogo o maior adversário do Sporting será ele próprio. Se os jogadores forem complacentes, ou não derem o seu máximo, poderão complicar tudo. Se jogarem o que sabem e têm mostrado, este será um dos jogos menos complicados em casa.

Quanto ao onze titular, presumo que uma ou duas alterações possam ser feitas. Miguel Lopes entrar no onze não seria de descartar, tal como Montero. E em nenhum destes casos como castigo por más exibições dos titulares, mas por os suplentes estarem também a mostrar qualidade, e merecem jogar.

Carlos Mané gostaria de o ver de novo a titular, para tentar ele próprio perceber que está na sua mão agarrar este lugar, que a longo prazo será dele.

De resto, espero uma casa cheia, e claro, uma bela vitória para o Sporting!

Deixar uma resposta