Hoje o Sporting defronta em Setúbal o Vitória local. Um jogo que tem tudo para ser interessante, especialmente porque o clube sadino tem sido um pesadelo para os grandes esta temporada.

E ainda para mais ficam no ar as contas a ajustar desde o jogo para a Taça de Portugal em que fomos eliminados.

A equipa treinada por José Couceiro tem tido um percurso interessante esta temporada. Utiliza um sistema de jogo meio passivo, com linhas recuadas e muita certeza no passe.

Com isso dificuldade e muito o jogo tanto no espaço como para a área. Neste capítulo torna-se ainda mais relevante o bom remate exterior de algumas das nossas unidades.

Alan Ruiz será a maior ameaça neste capítulo, mas também Adrien e Bruno César podem vir a ser uteis para chegar ao golo.

Ofensivamente muito do jogo sadino passa também por esperar pacientemente um pequeno espaço e tentar abrir zonas de tiro exterior para as suas unidades da linha média. Uma táctica pouco usual em Portugal.

Com isto podemos esperar um jogo paciente, e se tudo correr bem com pelo menos um grande golo de longa distância de um dos nossos jogadores.

Caso contrário, metam a bola redondinha na área, que mesmo entre os centrais Bas Dost tratará de fechar o jogo.

Deixar uma resposta