A segunda jornada chega agora e será o primeiro jogo oficial do Sporting nesta temporada em casa. Ainda temi algum desanimo depois do mau resultado em Coimbra, mas a chegada de Nani levantou os ânimos a toda a gente. E será uma festa!

O Adversário

O Arouca não tem uma equipa brilhante. Alguns jogadores razoáveis e todos muito trabalhadores, mas é um dos conjuntos mais fracos da liga. David Simão ainda tenta dar alguma magia mas é manifestamente pouco. Irá ser mais um daqueles adversários de autocarro, e sobre isso não há muito a falar.

O Sporting

Os convocados foram os seguintes:

Rui Patrício, Marcelo Boeck;

Ricardo Esgaio, Maurício, Paulo Oliveira, Naby Sarr, Jefferson, Jonathan Silva;

Oriol Rosell, Adrien, Slavchev, João Mário, André Martins, Carrillo, Carlos Mané, Capel, Heldon, Nani;

Montero, Tanaka.

Muitas alterações nos convocados, e também algumas obrigatoriamente na equipa titular. Na defesa Jonathan Silva foi convocado pela primeira vez, mas até será possível que seja um dos elementos a nem se sentar no banco. Por outro lado Ricardo Esgaio, que não chegou a ser suplente na jornada anterior, será o provável titular no lugar do lesionado Cédric.

E ver a jogar a titular Ricardo Esgaio será interessante. Toda a gente lhe reconhece potencial, e tem um carinho incrível já por parte dos Sportinguistas. O Nazareno terá aqui a oportunidade para mostrar o porque de se acreditar tanto nele.

A meio campo, e fruto da expulsão de William, Rosell terá o lugar quase garantido. Fez uma pré-época de elevado nível e dá garantias. André Martins fez um jogo uns furos abaixo do pretendido no último jogo mas penso que não será ainda o suficiente para dar o lugar a João Mário. No entanto pode acontecer, e se voltar a falhar acontecerá por certo. Adrien conserva o seu lugar com brilhantismo. No entanto Slavchev, o seu concorrente ao lugar, está finalmente no banco.

Numa das alas estará Carrillo, que como se recordam foi a minha aposta para unidade em destaque e marcador ainda antes do jogo. E correspondeu bem, mesmo tendo tido culpa também no golo sofrido.

Do outro lado todas as dúvidas do mundo. Mané fez uma pré-época muito fraca. Capel e Heldon fizeram pré-épocas medíocres e na primeira jornada estiveram mal. E chegou Nani.

Normalmente sou contra um jogador que chega ao clube ser titular passado três ou quatro dias. Mas este é um caso especial. A falta de opções qualitativas para uma das alas é óbvia. Nani é alguém da casa e tem estatuto, conquistado com muito mérito. É respeitado por todos. E além disso fez uma pré-época completa no Manchester, e até jogou a semana passada. Se o certificado internacional chegar a tempo por mim seria o titular.  E estou desejante de o voltar a ver jogar de leão ao peito.

Para o centro do ataque Montero. Continuo a confiar no colombiano. Acredito que o futebol de envolvimentos interiores que Carrillo e Nani juntos podem proporcionar irá trazer de volta o melhor Montero.

Prognóstico

A vitória é obrigatória. Seria sempre em casa, e especialmente contra um adversário deste nível. Aliando isto a ser a véspera de um derby e vir de um mau resultado só aumenta a expectativa.

E se Nani poder jogar será uma festa. E que melhor festa que uma vitória, bom futebol, e se der, pelo menos um belo golo de Nani.

Vamos festejar o regresso deste leão da melhor forma enchendo Alvalade!

Deixar uma resposta