Quatro sócios do Sporting, e pelos vistos da Juve Leo, durante uma assembleia geral do clube atiraram ovos ao Vice-Presidente da Assembleia-Geral do Sporting, Daniel Sampaio em Janeiro de 2013. E isto durante uma sessão de esclarecimento oficial do Sporting, ou seja um acto do próprio clube.

Podemos questionar o comunicado do clube em que publicamente suspende por um ano os sócios em causa. Mas é daquelas coisas, frontalidade e transparência a mais não me choca.

O tempo que demorou todo este caso a ser levado até ao fim, é claramente um problema. Devia ter sido tudo feito mais rápido, isso tem de ser melhorado.

Hoje por outro lado vem a Juve Leo exaltar-se num comunicado público contra a direcção do Clube. Isso acho mesmo muito mais questionável. Percebo que muita gente da Juve Leo defenda anteriores direcções que lhes deram mais previlégios. Não quero acreditar nos rumores de negociatas entre altos cargos da Juve Leo com direcções anteriores, e por isso evitarei comentar sobre elas.

Agora algo a Juve Leo tem de compreender. Actos como este de atirar ovos a qualquer pessoa num evento do Sporting é reprovável, e até acho branda a suspensão apenas de um ano. Pior ainda visto ter sido o Vice-Presidente da Assembleia-Geral eleita pelos sócios. E não é por os punidos serem membros da Juve Leo que têm direitos especiais.

O Sporting é Nosso, lema que a Juve Leo vem dizer no comunicado criticando o seu uso pela direcção actual, e tem sido cada vez mais. Não é da Juve Leo, de nenhuma claque ou sub grupo. É de todos os sócios que tornam este clube o melhor do mundo!

Gosto muito da Juve Leo, a claque mais antiga do país, e que muito fez por apoiar o Sporting. Mas neste momento a sua direcção esteve mal, e devia ser a primeira a admitir que os seus sócios envolvidos neste caso até deviam ser punidos mais fortemente.

1 COMENTÁRIO

Deixar uma resposta