Hoje a Selecção Portuguesa de Futebol enfrenta a sua congénere Albanesa. Um jogo a contar para a qualificação para o Europeu de 2016 em França, e que é importante vencer. Mas além de vencer é importante começar a renovação.  E Adrien devia ser um dos principais rostos dessa renovação.

Ao longo da última época, e mais ainda no inicio desta, tem sido o motor do meio campo do Sporting. William é o bastião do meio campo, o castelo que dá segurança a defender e a transportar a bola para a frente. Mas o motor que em alta rotação vem atrás buscar  a bola e chega com ela controlada à frente é Adrien. William é o jogador de passe e posicionamento, Adrien é o de progressão com bola e agressividade. Ter dois jogadores que se conhecem e complementam a jogar na selecção é uma vantagem enorme. Ainda por cima complementam-se também bem com João Moutinho, um dos médios que deve continuar no miolo da selecção.

Quem retirar? Raúl Meireles. Apesar de ainda ter 31 anos a sua frescura física tem vindo a decair muito. Na última campanha da selecção só rendia já meio jogo. Com isso mais vale estar no banco, e dar lugar a Adrien, que já é tão bom como ele, mas com muito mais pulmão.

Sendo um jogo oficial, de grau de dificuldade médio, e onde o pontapé forte de Adrien pode ser útil, devia ser este o momento para se estrear na selecção. E como titular! Mas o selecionador Paulo Bento parece uma pessoa diferente do treinador do Sporting Paulo Bento que não teve medo de lançar Adrien na primeira equipa aos 18 anos…

Deixar uma resposta