Historicamente Jorge Jesus baseia toda a sua estratégia defensiva num pilar. Um central alto, poderoso no jogo aéreo, experiente no futebol português  e com uma voz de comando.

Olhando para o plantel actual do Sporting percebemos rapidamente que não existe nenhum jogador com essas características.

Paulo Oliveira é o mais experiente, tirando Ewerton. No entanto ainda só tem vinte e três anos. Além disso apesar de ter 1,87m não é um jogador poderoso nos confrontos aéreos.

Ewerton não é nosso jogador. E acaba por ter um perfil parecido a Paulo Oliveira. Além disso nenhum dos dois tem propriamente uma grande voz de comando.

Quem mais se aproxima desse perfil será Tobias Figueiredo. Alto e poderoso no ar. Voz de comando e uma raça indomável. Mas aos vinte e um anos e com apenas meia época na primeira liga esta longe de ser alguém experiente.

Olhando para o mercado pensei primeiro no nosso antigo capitão Daniel Carriço. Não é por certo barato mas penso que estaria ao alcance do que se tem falado para esta época. Peca apenas no jogo aéreo.

No entanto no mercado está talvez o jogador perfeito para este perfil. Mesmo que gere ainda alguns anticorpos na bancada: Bruno Alves.

Poderoso no ar, na nossa seleção apenas Ronaldo o supera. Português com enorme experiência no nosso campeonato. Espírito indomável e voz de comando. E já referiu no passado estar aberto a jogar por nós.

Quem sabe se não será ele o patrão da defesa de Jesus?

Deixar uma resposta