Todo o foco de atenção está neste momento no regresso de Nani, mas não podemos deixar de perder um pouco de tempo e analisar todo o negócio. Desde a saída de Marcos Rojo, passando pela entrada de Nani, e os valores envolvidos por todas as partes.

O percurso de Marcos Rojo no Sporting não foi fácil. Ainda no inicio da época passada era considerado o ponto fraco por muitos Sportinguistas, e alvo de chacota por adeptos rivais. Nunca viram nele o jogador em crescimento que se apresentava cada dia melhor.

Sepois de uma época exemplar, e de um mundial onde figurou no onze ideal, tornou-se num alvo apetecível para qualquer tubarão do futebol europeu.

Claro que era muito difícil manter o jogador, mas também era muito penalizador a pouca percentagem do passe que restava ao Sporting. No meio disto surge uma guerra publica com o detentor da maioria do passe, a Doyen, e uma suposta incompatibilização com o jogador.
Alguma frieza souberam levar a bom porto as negociações com o Manchester United, e fechar um negócio que parece ideal.

O Sporting fica com perto de 12 Milhões de Euros em dinheiro, depois de ressarcir a Doyen do que investiu, e pagar ao Spartak as mais valias a que tinha direito. Ganha ainda 5M€ que na prática é o valor de uma época do Nani.

Claro que isto depende de a decisão do tribunal, no processo que a Doyen nos lançou, vir a ser a nosso favor. E assim sendo será um negócio a todos os níveis brilhantes.

Mas e se a decisão for a favor da Doyen?

Bem, aí o dinheiro desaparece. Em vez de 12 milhões ficamos com menos de um milhão. É a triste realidade. No entanto a alternativa teria sido ficar com o Rojo mais dois anos, e depois sair a custo zero. Eu sinceramente prefiro uma época do Nani agora a esse cenário.

No entanto acredito que a médio prazo Sporting e Doyen negoceiem ao ponto de encontrar um valor intermédio sem decisão final de tribunal. Nem nós devemos ficar com o dinheiro todo que ganhamos agora, nem eles todo o que ganhariam se fossemos na conversa deles.

Seja qual for o cenário parece que foi um excelente desenlace de um problema e que deixou os Sportinguistas felizes e animados.

Deixar uma resposta