Jan Oblack ganhou a titularidade no Benfica a meio da época passada, e acabou a época em boa forma. Para muita gente, especialmente os jornaleiros e paineleiros desta praça, mas também a maioria dos benfiquistas e outros tontos, faz dele de repente um guarda redes de topo, e muito melhor que Rui Patrício.

Esta imaginação junta-se aquela que de repente o Rui Patricio é um mau guarda redes. Falhou num lance em toda a qualificação para o mundial, e falhou em dois lances no jogo contra a Alemanha nesse mesmo mundial. E nesse jogo toda a defesa falhou, e com culpas bem maiores que ele, e ele jogou parte do jogo lesionado.

Esquecem-se de pormenores tão importantes como que quando tinha 18 anos o Rui era já titular em Alvalade e jogava já na liga dos campeões. Com a mesma idade o Oblak falhava em agarrar lugar num Olhanense, e com mais um ano só a meio da época conseguiu fazê-lo num Leiria que nem plantel completo tinha. Claro que depois aos vinte conseguiu ser titular no Rio Ave.

Depois pronto, fez meia época a titular no Benfica, e uns quantos jogos na Liga Europa, e para a imprensa nacional e para os benfiquistas já é o maior.

As exibições de Rui “São” Patrício nas piores épocas da história do Sporting já não são lembradas. As defesas do tamanho do mundo contra o Manchester City nos quartos de final da Liga Europa, onde passámos a custa dele, também já são pormenores.

Os insultos dos quais Rui Patrício foi alvo pela Juve Leo em tantos jogos, e de outros sectores, com faixas com o nome do seu suplente, nunca o afectaram. Não só um jogador de altissimo nível, mas um Homem de um profissionalismo inquestionável.

Já o profissionalismo do Oblak é conhecido. Quase tão bom como o do Manuel Palito, esse fervoroso adepto do Benfica. Oblak a época passada desapareceu durante uns tempos, e esteve quase a assinar a custo zero pelo Porto. Este ano parece que vai para o  Atlético, mas por 16 milhões. Mas já se sabe, é o Atlético, o parceiro das compras e vendas de Roberto, e sabemos bem como esses milhões nessas trocas funcionam….

Mas continuem a pensar que o Oblak é que é grande, apesar de ainda nem ser titular da poderosa selecção Eslovena, e deixem o Rui Patrício tranquilo em Alvalade. Por muitos e bons anos!

1 COMENTÁRIO

Deixar uma resposta