Svillar Perdoado

Desde o jogo de domingo que temos toda a cartilha a tentar negar que Svillar tivesse cometido infracção para cartão vermelho.

Tentam dizer que a regra diz apenas que se deverá ser punido com cartão vermelho se for frontal, coisa que claramente não acontece.

A regra é clara, e diz que caso seja uma oportunidade de golo é cartão vermelho directo.

E um remate na direcção da baliza onde já não está o guarda-redes é claramente uma oportunidade certo?

Em cima está a imagem feita pelo Amor Sporting que mostra claramente que é um remate à baliza.

21 COMENTÁRIOS

  1. É tão ridiculo que até dói… então a baliza agora está de lado? Se forem sérios vêem que não existe nenhum jogador do Guimarães na área, a bola só entraria na baliza se fosse com telecomando!!!

  2. Expulsão do svilar? queres que traduza o texto? Isso é para quando existe oportunidade de golo clara… e queres mesmo discutir o lance a proximidade dos jogadores e é bola na mão e não mão na bola… não abuses do filtro… Já agora só um aparte lembras-te do Ederson ser expulso o ano passado para a taça da liga contra o Arouca? Já o Patricio contra o chaves mandou uma cacetada e nem falta foi e ganhavam por 5-0 mas não jogava o joo seguinte. Fica o link para o lance do patricio. https://imgur.com/a/HrFSk#mA7uttA

    • O do Patrício não é vermelho pela regra de não penalizar triplamente num lance. Como é penalti não é vermelho. Mas mais uma vez não compreende as regras.

      Quanto ao golo claro, um remate para a baliza, onde não está o guarda-redes, é sempre considerado oportunidade de golo. Nem que fosse do meio campo. A regra é clara.

      • Na foto fica td muito bonito mas bola corrida se olhares com olhos sem palas verdes ves ke nem a baliza a bola ia.podes arranjar as regras ke kiseres ke esta jornada kem foi beneficiado foram voces e ainda acham ke a santa alianca ia vos dar o titulo.ainda n sera desta ke o sr oito milhoes e tantos benificios vos vai dar o titulo.

        • na foto não fica bonito, fica a realidade naquele exacto momento! Não agrada? è a realidade… Há quem não conviva bem com a realidade.
          A bola não ia à baliza? Como è que pode dizer isso? A bola ia precisamente nessa direcção, se entrava ou batia no poste ou saía a rasar, ninguem saberá por causa da intervenção ilegal do Svilar. Mas que era uma oportunidade era, logo expulsão, simples…

          • “Há quem não conviva bem com a realidade” por isso é que tens 18 campeonatos e contabilizas 22??? tens cá uma lata…

          • Quando há provas jornalísticas claras que foram ganhos títulos de campeão nacional, que por conveniencia de alguém 30 anos depois dizem não existir.

            Mas pronto há quem ache que foi fundado em 1904, apesar do clube que foi fundado nessa data ter falido, e até o seu primeiro presidente ter ido para o Sporting. Ou que diga que o Eusébio ganhou o prémio de melhor do mundo, outra mentira altamente propagada.

          • M Vieira qdo lhe faltam argumentos vem com falsidades? 22 campeonatos sim, está confirmado nos jornais e pessoas dessa altura, não é nenhuma invenção de iluminados recentes. Mas a sua estrategia é puxar outros assuntos agora, para fugir ao tema, faltam-lhe argumentos não?? E já agora conhece-me donde para me tratar por tú? Lata tem você homem

  3. ahahah. triplamente? é sempre vermelho amigo, é uma entrada imprudente e violenta. Fonte dessa regra do triplamente, tens? Ou mais uma invenção? Como sabes que a bola vai para a baliza? Desde quando um remate/cruzamento junto à linha lateral poderá ser uma oportunidade de golo (para ti até pode ser). Mas a lei diz que a ocasião de golo tem de ser óbvia o que não é o caso… quanto aos vídeos das outras supostas expulsões não tens link ou dizes por dizer…

  4. Ah. Falta de respeito por ter opinião diferente da sua e achar a sua ridícula? Faltei ao respeito por achar a sua opinião muito tendenciosa e apelidada de visão doentia?

    • Não é falta de respeito ter opinião diferente, nem você nunca foi acusado disso, não se confunda nem tente confundir …
      Se não sabe fica a saber: falta de respeito é tudo o resto deste seu último comentário e partes de comentários anteriores.
      Claro que se trata duma evidente oportunidade de golo: o remate é desferido das proximidades da grande área e vai na direcção da baliza … a baliza tem mais de 7 metros de largura (7,32 m) … não existe nenhum outro jogador do Benfica com possibilidades de interceptar o remate, para além do Svilar, que o fez ilegalmente … donde é desferido o remate há completa visão da baliza que está completamente aberta … sem ninguém na baliza, a bola entra directa, não precisa de curvas nem efeitos especiais, nem entrar na gaveta, homem …

      • Se fosse assim tão fácil havia golos iguais ao do AA todos o FDS… de ângulo apertado como estava e sim com o guarda redes pela frente ele nem ve a baliza… e como já disse nem é perceptível que a bola vá para a baliza.

        • Quer dizer, o Svilar sai vem da baliza disparado em direcção ao jogador do Guimarães, ficando entre este e a baliza, faz a mancha ao remate e não é perceptível que a bola ia para a baliza ? Então para onde é que ia?!?? O G.R. está em linha entre a baliza e o jogador que remata, faz a mancha à bola e a bola ia então para onde , para o meio campo?!?? Claro que ia na direcção da baliza, se entrava a meio da baliza, se entrava junto ao 1º poste, ou junto ao 2º, ou se passava ao lado, ninguem pode saber, mas que ia para aquela zona da baliza, meu Deus, só não vê quem não quer ver. E como já disse, dalí não está na linha do fundo, está completamente enquadrado com a baliza que estã vazia, sem ninguém: não precisa de ser um tiro excepcional, mem precisa de curvas, nem contracurvas, nem entrar colocada no 7, simplesmente porque não está lá o GR nem ninguém ! São mais de 7 metros de baliza para um remate feito já de perto da grande area … não precisa de sair nenhum chouriço, nem grande mira, é só manda-la para lá.

  5. se vosses se preocupassem tanto com o país como fazem com o futebol …… esta merda andava de fininho assim a malta quer é bola e fins de semana é uma republica das bananas

Deixar uma resposta