Ontem congratulei-me com a contratação de Ryan Gauld. Depois ao ler a imprensa e os blogs descobri que afinal esta contratação estava cheia de problemas.

O Preço

Tendo o Sporting alguns problemas financeiros mais de três milhões de euros é bastante dinheiro. Concordo com isto, mas no entanto é um valor perfeitamente dentro do orçamentado. Claro que não se farão muitas operações deste valor, e terão sempre de ser compras que poderão dar lucro muito grande no futuro.

A idade

Com apenas dezoito anos é um jovem que pode não estar ainda preparado para um lugar a titular na equipa A. Mas com o custo associado vai ter essa pressão, e será na equipa A que vai ter de tentar ganhar o seu espaço. No entanto se o ganhar, a idade será uma enorme vantagem, e claramente não um problema.

A liga de proveniência

A Escócia não é uma liga de topo. Isso é fácil de perceber. No entanto não é a nível de competitividade inferior nem a Sérvia nem a Croácia que para alguns parece ser o novo El Dorado.  E a nível de intensidade é muito maior que ambas, e que qualquer país da América do Sul. Claramente que não é um problema, e até me parece bem positivo.

O tamanho e aspecto franzino

Não é um jogador alto. Nunca o será. Maradona, Iniesta e Messi, entre tantos outros, tinham o mesmo problema. Ou melhor, problema? Não. Característica. Quanto ao aspecto franzino. Olhem para Ronaldo e Nani com a idade dele, e lembrem-se do aspecto franzino. Isso vai ser trabalhado com o tempo. A juventude tem disso.

O tapar jogadores da equipa principal

Vamos ser honestos. Dos que falam da equipa A (João Mário, André Martins, Shikabala, Vitor e Montero), apenas Shikabala e Victor são números 10. O primeiro pelo que deu a ver do jogo que fez está a ser trabalhado para extremo, onde as suas debilidades tácticas são menos graves. Victor por outro lado teve mal quase sempre que foi chamado o ano passado, e não é novo. Deverá até sair se tudo correr bem.

O tapar talentos da equipa B

Normalmente quem tem referido isto coloca logo dois nomes em cima da mesa: Filipe Chaby e Iuri Medeiros. Ambos da formação do Sporting, ambos com talento, e ambos mais velhos que Ryan. Serão tapados por ele? Bem, ambos podem jogar a extremo, onde o fizeram regularmente na B a época passada. Mas aí teve também o problema, mostraram evolução, mas não chega ainda para o campeonato do Sporting. Um bom empréstimo poderia ser bom para ambos. Isto quer dizer que Ryan é melhor que ambos? Não, alguns jogadores fazem a transição mais cedo que outros. Mas neste momento ele parece ser mais adulto que eles. E talento não lhe falta.

Conclusão

Não vejo problemas nenhuns, apenas os que os outros querem fazer passar. E ainda vejo um extra adicional a nível de marketing.

Os escoceses são apaixonados por futebol, e gostam de viajar para Portugal. Pela Escócia diz-se que é o maior talento escocês das últimas décadas, logo vamos ter atenção da imprensa. E depois como é escocês irá ter atenção não apenas da imprensa escocesa mas de toda a Britânica.

Cada vez mais acho uma excelente contratação e jogada, até porque parece que havia tubarões atentos, e se fosse para outros clubes, eram só elogios que estariam a ser feitos. Bom trabalho direcção!

Deixar uma resposta