Fernando Oliveira, Presidente do Vitória de Setúbal, teve uma atitude rara no futebol Português. Falou abertamente sobre um negócio que decorreu, e como tal meteu a claro uma clara violação dos regulamentos da FIFA por parte do Futebol Clube do Porto.

Antes demais, as declarações de Fernando Oliveira à Antena 1:

“Nós estavámos a negociar o nosso coreano, o Suk, com o Sporting e o FC Porto. Com o Sporting, as negociações estavam a nível da direção; com o FC Porto, a nível de empresário. Fomos surpreendidos porque a proposta do Sporting era muito superior à do FC Porto. Estávamos muito mais inclinados para o Sporting porque as condições eram muito mais favoráveis, inclusive relativamente à cedência de jogadores. Fomos surpreendidos com a atitude do Suk que nos diz, perentoriamente, que só jogaria no FC Porto e não queria ouvir outra proposta. Fomos surpreendidos com a exigência do Suk que nos diz que não quer treinar e que não vai jogar a Paços de Ferreira. Lamentavelmente, confrontados com esta situação, não pudemos satisfazer as nossas pretensões que eram cedê-lo ao Sporting”

(…)

“O Suk só veio ter connosco e disse que jogava no FC Porto. Tínhamos uma proposta de Inglaterra que era o dobro da do FC Porto. Ele disse que não queria ouvir nenhuma proposta de Inglaterra, nem do Sporting e só jogaria no FC Porto. Perentoriamente disse que não treinava e já não jogaria em Paços de Ferreira.”

A violação é clara. Como sabem os clubes só podem por regra da FIFA falar com os jogadores depois de terem acordado com o clube. Tendo em conta que tanto o Sporting como clubes inglesses tinham feito melhores propostas, isto não viria a acontecer. Como tal o Futebol Clube do Porto aliciou fora da lei o jogador Sul-Coreano. E com isto levou o próprio jogador a incorrer em atitudes de fraco profissionalismo.

Mas sabemos que na imprensa isto irá passar entre as gotas da chuva, e que mais uma vez não irão referir a prática ilegal…
PARTILHA E DE NUNCIA

1 COMENTÁRIO

  1. O presidente do Vitória não disse nada sobre o Porto negociar com o jogador. E não é ilegal dar conhecimento ao jogador que o clube ou seu empresário estão a negociar com clube X ou Y. Suk, independentemente de futura negociação de contrato, pura e simplesmente queria ir para o Porto. Não entendi que era por aliciamento do Porto ou melhor contrato. Apenas entre os emblemas em questão, ele queria o Porto e mais nada.

    Ou pelo menos, isto pode ser argumentado pelo Porto, por isso nada a fazer sobre suposta ilegalidade ou não.

Deixar uma resposta