Hoje Portugal defronta a Polónia no Velodrome em Marselha. Sendo uns quartos de final de um Campeonato da Europa não seria de esperar um confronto fácil. No entanto quem segue futebol sabe que em teoria a Croácia era um adversário bem mais difícil.

A formação Polaca alinhará quase de certeza no seu tradicional 4-4-2 de inspiração britânica. E muito do seu poderio será passado pelos seus dois fortes pontas de lança. Lewandosky e Milik. Ambos altos, fortes no jogo aéreo e nada toscos. Tentar pará-los depois de já terem a bola em sua posse poderá ser tarde demais.

A solução passará muito por neutralizar os seus armadores de jogo. E aí o meio campo terá uma tarefa decisiva. Tanto os médios ala terão de encostar bem nos defesas laterais adversários quando estes subirem. Como o 8/10 terá de vigiar os movimentos do médio centro oposto.

Como tal nos três do meio campo Adrien fará todo o sentido. Tal como Moutinho faria se estivesse em forma. Renato Sanches aqui teria de ser usado só se fosse a meio. Visto a sua tendência para correr atrás do portador da bola, seja ele quem for, poder colocar a nossa linha táctica em risco. Apesar da sua disponibilidade para a pressão e capacidade de transporte de bola sejam interessantes no plano ofensivo.

No entanto jogue quem jogar terá o meu apoio, e espero sinceramente que a vitória seja nossa!

Deixar uma resposta