Aniversário Porto

Todos sabemos que a data de fundação do Sporting Clube de Portugal é 1 de Julho de 1906. Existiram reuniões antes disso com vista a formar um clube, e até por alguns poderiam ser usadas como datas de fundação, mas o clube nasce, com provas documentais sem fim a 1 de Julho de 1906.

Esta data é algo firme, da qual podemos ter orgulho, e que nunca foi alvo de tentativas mitomaniacas para a tentar reescrever.

O Sport Lisboa e Benfica todos sabemos que está mais que provado que nasceu algures entre 1906 e 1908, por alguns jogadores não fundadores do falido Sport Lisboa, nascido esse sim em 1904.

Já o Futebol Clube do Porto tem a mania de tentar fazer parecer que é o mais antigo dos três, tentando fazer remontar a sua fundação para o ano de 1893. É verdade que houve um grupo de jogadores que nessa altura se denominou Futebol Clube do Porto, e que fizeram um par de partidas. Mas durante mais de 13 anos nada mais existe desse Porto.

Em 1907 no entanto José Monteiro da Costa, regressado de Inglaterra, resolve criar um clube no Porto. E dessa vontade nasce o Futebol Clube do Porto, clube ainda hoje existente e que continua a ocupar um lugar relevante no panorama desportivo nacional. Mesmo que muito afectado por inúmeros escândalos de corrupção que o envolveram.

Tanto isto é verdade que até o Futebol Clube do Porto em 1957 andava a festejar, os seus 50 anos…

Ora para festejar os 50 anos em 1957 a sua fundação não parece ser bem em 1893 certo? Mas também já mostramos aqui (link) provas do Benfica a festejar o 4º aniversário em 1910, que bate também certo com o 1904 certo?

No entanto é clara a história. O mais antigo clube entre os vencedores da Primeira Liga Portuguesa é o Boavista, nascido a 1903. E o mais antigo clube deste tipo no país será a Académica de Coimbra, nascida em 1876.

2 COMENTÁRIOS

  1. Pouco depois da ACA, em 11 Agosto 1890, foi fundado o Club de Albergaria, desde há uns anos a disputar o Nacional Feminino.
    Serão, provavelmente, os filiados mais “idosos” da FPF.
    A questão das “datas de nascimento” de fruteiros e lampiões é uma patetice de dirigentes -dirigentes sem memória e “sem espinha”, mais dados a caprichos, do que há verdade.

Deixar uma resposta