Paulo Oliveira

Tenho de admitir que tem-se falado pouco de futebol real aqui no Sporting Com Filtro. Falta de tempo aliada à “guerra” que os de Carnide nos movem, e que temos ripostado, retiram espaço aos artigos que realmente mais interessam aqui no espaço. Mas todo o comportamento táctico, e também técnico, de Paulo Oliveira no jogo contra o Belenenses merece destaque.

Muita gente prefere ver o jogo no conforto do lar ou do café. Tem vantagens é obvio. Melhor comida e bebida. Ambiente mais controlado. E claro, as repetições de imediato. Mas não me conseguem vender que se analisa melhor o jogo dessa forma, e o caso de Paulo Oliveira neste último confronto prova isso.

Prestei atenção durante toda a partida às movimentações defensivas do Paulo Oliveira, pois emparelhou com Luís Leal. O avançando Belenenses é um jogador explosivo, e que embalado é um risco enorme para a defesa. Não sendo Paulo Oliveira um sprinter, nem o seu colega de parelha Ewerton estando numa forma física perfeita, era à partida um emparelhamento muito perigoso.

Paulo Oliveira trazia a lição bem estudada. Duvido que a tenha estudado sozinho, pois parece haver dedo de Jorge Jesus nisto.  Mas claramente que Paulo Oliveira foi um excelente aluno.

Sempre que a bola estava com jogador que poderia lançar Luís Leal em profundidade, Paulo Oliveira colocava-se perto das costas do avançado São-Tomense. E mal a bola chegava já Paulo Oliveira tinha o seu corpo colocado de forma a fisicamente impedir que o avançado rodasse e ganhasse a frente.

Não aconteceu uma vez apenas, mas dezenas de vezes ao longo de todo o encontro. E o certo é que, apesar de muito solicitado, nunca apareceu uma jogada de perigo por este tipo de lançamento para Luís Leal.

É nisto que Paulo Oliveira mostra a cada dia que passa que será um enorme jogador a nível internacional. A cabeça é a sua maior arma. Não apenas para cabecear, mas para tentar entender o jogo, os adversários, e aprender com o que o treinador lhe passa.

Grande jogo, de um central que cada dia mais se afirma como um bastião da nossa equipa.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.