Hoje de manhã vi o artigo do sempre assertivo Tu Vais Vencer onde denuncia uma suposta censura no Record sobre Renato Sanches (Podem ler aqui). Nele se pergunta se existirá censura no Record. Aparece uma capa produzida durante a noite, e divulgada pelo Record, em que só aparece a defesa de Rui Patrício.

Ao contrário da capa que saiu para as bancas, que foi esta.

Realmente o caso era estranho, e para não voltar a ser acusado de esta a atacar injustamente o Record fui perguntar a um dos seus jornalistas pelo Twitter.

A resposta dele não podia ser mais cabal. Era tudo um erro de percepção, e essa imagem de ontem à noite era parte de um vídeo que o próprio Record publicou. E que o visionamento desse vídeo esclareceria tudo.

Como tal fui ver o vídeo ao Facebook do Record, e para ficar tudo claro fica aqui embebido esse mesmo vídeo.

O Vídeo do Record

Ok fiquei sem dúvidas que a capa sempre teve para ter Renato Sanches como parte integral da sua concepção. Mas uma coisa salta à vista. Ou melhor aos ouvidos.

Logo que surgem as imagens um dos jornalistas começa isistentemente a perguntar pelo Renato. E a pedir claramente para este aparecer. Ao ponto que o designer da capa acaba mesmo por pedir calma. E depois refere “Temos de o pôr lá”.

E a minha pergunta é, tinham de o pôr lá porque?

Não foi Pepe o melhor em campo? Fora votações online claro. Não fez já inúmeras capas Renato durante este Europeu? Sem dúvida que o miudo jogou bem, nada contra. Foi dos melhores, e marcou um belo golo.

Mas lembrei-me que em tempos achava o Record era um jornal diferente e imparcial. Como tal lembrei-me de outras duas decisões por penaltis da história recente do futebol português. E fui ver as capas do Record do dia seguinte.

25 de Junho de 2004

Única fotografia de capa. O Guarda Redes que defendeu o penalti decisivo.

2 de Julho de 2006

Outra decisão por penaltis. E outra vez capa completa ao guarda redes.

Bem sei que muito mudou no Record desde 2006. E até sei que durante algum tempo foi até bem pior que agora.

Mas podem tentar voltar ao passado, e não ceder às obrigações que acabam por “ter de meter” capas desta forma?

12 COMENTÁRIOS

  1. Meus caros amigos uma boa tarde a todos.
    con certeza já perceberam que desde 2004 a linda democracia do dinheiro foi se instalando ao mais alto nível no dito jornalismo desportivo. Lei da subrivencia dizem algums, mas na minha humilde opinião, ausência completa de valores que deviam reger uma sociedade ocidental evoluída e mais grave obediência a voz do dono! Não chamem a isto jornalismo.
    Triste comunicação social está!

  2. Eu também achei que o Renato foi dos melhores na primeira parte. Talvez só não tenha sido mesmo o melhor porque tem muitas deficiências a defender e é muitas vezes ultrapassado por se posicionar mal. Mas foi dos melhores, sem duvida.

    Por isso estranhei o eng. Fernando Santos ter tirado o Renato ao intervalo! Não percebi mesmo… E aquele lado direito da Polónia parecia uma auto-estrada… Valeu-nos que são um pouco limitados os Polacos! Com uma Bélgica ou uma Itália tínhamos apanhado 3 ou 4… Penso eu de que!

    (nem o Tadeia resistiu a comentar as deficiências do Quisto Rei a defender…)

    • Miguel não sei que jogo viste, mas ontem o renato jogou os 120 minutos e marcou o 2º penalti.

      quanto a renato, penso que estão a pensar pequenino(pelo que ando a ler por ai), esta campanha toda não tem nada a ver com as 25 internacionalizações que permitem 5 milhões ao carnide, como se 5 milhões fizessem a mínima comichão para aqueles lados…

      a ideia, e podem-me chamar doido, é fazer do renato um futuro bola de ouro, e meus amigos, como sabemos a bola de ouro nem sempre é atribuída pelo verdadeiro mérito, já ganhou Ronaldo quando devia ter ganho Messi, já ganhou Messi quando deveria ter ganho o Ronaldo, até o cannavaro ganhou uma, qual prémio de carreira.

      enquanto não ganhar a bola de ouro, podem ter a certeza que esta campanha não tem fim, porque o objectivo agora é juntar ao prémio de melhor academia(do Dubai) o prémio de ter formado um bola de ouro.

      enquanto o renato não for bola de ouro, quem ousar criticar o que quer que seja em relação a ele ou tem clubite ou é um nojento racista.

      Saudações desportivas

      • Vi o mesmo jogo que tu… 🙂

        Mas na 2ª parte e durante todo o prolongamento “desapareceu”. Ou tu viste-o?
        Eu só o vi a deixar o Cedric, primeiro, e o Eliseu, depois, na merda por não os ajudar. Foram tantas que o Tadeia até se viu obrigado a fazer um comentário sobre o posicionamento dele.

        Ele fez uma 1ª parte muito boa, com a normal deficiência que eu acho que ele tem a posicionar-se defensivamente, correu mais que qualquer outro mas deu o peido mestre por isso e na 2ª parte foi uma pálida imagem do jogador da 1ª parte. Com a agravante de que passou a defender ainda pior pois por vezes nem recuava. Várias vezes se viu o Eliseu a ter de fechar por dentro com o médio direito da Polónia e o defesa direito a ficar solto pois o Renato não acompanhava. Acho pouco mais que inacreditável ninguém referir isto.
        A única pessoa que parece que viu o mesmo jogo que eu foi o Bruno de Carvalho que deu os parabéns ao Renato pela primeira parte.

        Quanto ao resto, és bem capaz de ter razão…

        • Miguel,

          Com todo o respeito, não foi isso que disseste no primeiro comentário.

          “Por isso estranhei o eng. Fernando Santos ter tirado o Renato ao intervalo! Não percebi mesmo… ”

          Foi lapso, acredito, acontece aos melhores.

          Quanto à Renato novamente, até agora vejo-o como um jogador banal, chamem-lhe clubite, chamem-lhe o que quiserem.

          Ruben neves foi igual, não teve foi a campanha que o Renato teve nem as oportunidades que ele está a ter, para além de ter tido o azar de se cruzar com lopetegui, que conseguiu desvalorizar um jogador de 20 milhões(imbula) para uns 5milhoes, e não fosse as negociatas à lá fruta e vouchers e tinham perdido uns bons milhões com o imbula(já nem falo do Adrian Lopez e outros)

          Óbvio que com esta campanha pro Renato, tudo o que ele faz de mal é omitido, e tudo o que faz de bem é levado ao extremo do elogio.

          O rapaz obviamente irá marcar golos e fazer passes e umas fintas engraçadas, tal como todos os jogadores o fazem por mais coxos que sejam, os realmente bons é que o fazem constantemente, ainda ontem vi um jogador do país de Gales, depois do comentador acabar de dizer que era um coxo, fazer um dos melhores golos para mim dos últimos tempos, aquela finta para trás tirando 2, senão 3, jogadores da Bélgica ficando cara a cara com o courtois foi uma delícia, no entanto, vamos a ver e realmente é um coxo.

          Ora se omitem o mau e alimentam ao máximo o bom, a imagem que fica é que realmente o gajo joga muito.

          Bernardo Silva, o que eu ouvi sobre este rapaz meu Deus.

          No entanto…..

          E Bernardo Silva apesar de não ter o pulmão ou a força do renato, já era na mesma idade muito mais completo.

          Posso-me enganar, mas não vejo ali um ronaldo/messi que constantemente são os melhores e em campo demonstram-no.

          Nem tão cedo aparece outro jogador com os números destes dois jogadores de topo, messi e Ronaldo.

          • Rapaz, estava a ser irónico!

            Ele “desapareceu”… Daí a ironia de o Fernando Santos o ter tirado!
            Como disse, a primeira parte foi boa, com as deficiências defensivas que nele já são um must, mas o resto do jogo foi, para mim, do mais fraco que já vi neste Euro na selecção. Abaixo do Moutinho no pior dele!
            Mas o gajo tem vontade e tem uma coisa própria da idade: é inconsciente. Por isso está sempre pronto em se colocar na linha da frente.

            Eu penso como tu e, achando que tem muito potencial, porque assume o jogo, porque tem um pulmão do caralho, porque tem um bom pontapé, na realidade é que ele está há 8 meses na alta roda e não lhe vejo evolução nenhuma. Tem exactamente as mesmas virtudes e os mesmos defeitos de quando apareceu.
            A questão que fica são: mas ninguém o ensinou em 8 meses? Ou ensinaram mas o gajo é burro e não aprende?

            A utilidade que lhe vejo é como suplente para entrar como 5º homem no meio campo, para defender à frente nos últimos 15/20 minutos. Como corre para caralho é uma carraça para quem estando a perder quer a todo o custo meter um golo.
            O gajo serve para jogar num meio campo de 4 por cá porque a maioria das equipas são fracas mas a este nível os erros dele muitas vezes pagam-se. Viu-se isso no Benfica-Atl. Madrid e no Benfica-Bayern. Mas eu acho que tem potencial e se for trabalhado pode muito bem ser um jogador dum nível similar a um Seedorf ou um Davids. Mas neste momento não o acho nada de especial.
            Eu tinha apostado desde o inicio num meio campo de 4 com os 3 do Sporting mais o Rafa. Não tinha levado o Bruno Alves e tinha levado o Semedo, não tinha levado o André Gomes e tinha levado o Iuri ou o Gelson, e não tinha levado o Eder e tinha levado o André Silva. Mas o Fs é um cromo barato… (não para a FPF!)

  3. Não tem nada que fazer, por isso dedica-se à adivinhação.

    Então os “moços” do Record, iam por só o Patrício e por isso escreveram ENORMES (plural). Deve ser porque, tal como tu, acham que o Patrício vale por 2 (no mínimo).

    Não te cuides não…

    MG

  4. Esse MG esquece Pepe, o melhor jogador em campo? E que, já anteriormente, fora o melhor em campo? E que, no computo geral, tem sido o nosso melhor jogador?
    Então, porquê Renato? Em casos como o de ontem, o destaque costuma pertencer a quem marca o “penalti da vitória” e/ou ao guarda-redes se defender, como ontem aconteceu, o último penalti.

    É ver as capas de 2004 e 2006 e perceber o que é e onde está a clubite…

  5. Não entender a capa é ter pouca capacidade de perceber o mediatismo enquanto fenómeno. Eu acho normal que a capa tenha RS e RP, e Pepe também não ficaria mal. RS: fez um bom jogo, e nele o golo que nos permitiu empatar e ir aos penaltis. RP: defendeu (e muito bem) um penalti. Pepe: fez um grande jogo. Já o caso de Ricardo é diferente: das duas capas após vitória nos penaltis contra Inglaterra, em 2004 defendeu sem luvas e a seguir marcou (é marcante e é normal que tenha mais destaque), e em 2006 defendeu 3 (!) penaltis. Convenhamos que é muito mais impressionante que o que Patrício fez. Ricardo tinha imensos defeitos, mas a defender penaltis nunca vi melhor.

    • O Renato fez uma boa primeira parte, com as virtudes e defeitos que tem desde o inicio. Na 2ª parte desapareceu e no prolongamento nem se viu. Viu-se depois no penalti! Acho que as pessoas já têm receio de fazer algum comentário pouco abonatório ao Renatinho tal a propaganda a que está sujeito e o eleva a estatuto de estrela – só porque corre muito com e sem bola!
      Dizer que o Renato fez um grande jogo e foi o melhor em campo só um gajo faccioso ao máximo. E sento-me com quem me quiser mostrar que grande jogo foi esse…

Deixar uma resposta