Estará de regresso à competição este fim de semana William Carvalho. Um jogador que tem um lugar especial no coração de todos os Sportinguistas. E claro, um jogador que todos os Sportinguistas queriam ver regressar o quanto antes. E o Sportinguista que provavelmente mais ansiava por isso mesmo seria Jorge Jesus.

William Carvalho é o Protótipo de Médio Defensivo de Jorge Jesus

Jorge Jesus gosta de jogadores muito fortes posicionalmente neste lugar. Além disso sempre privilegiou jogadores com uma grande envergadura física. Quando tem estas duas vertentes, se possível gosta ainda de juntar um jogador que raramente falhe a recepção de um passe, e que consiga distribuir bem o jogo também.

William Carvalho tem todas estas características, e ainda uma calma impressionante na lide da bola. Para ser o jogador perfeito para Jorge Jesus só lhe falta acrescentar um pouco mais de intensidade. Mas se já o conseguiu com João Mário, poderá conseguir de novo com William.

O que traz à equipa versus Adrien Silva na posição Seis

Adrien Silva tem feito um bom trabalho na posição seis, mas nota-se que não é a praia dele. A sua raça aliada à disponibilidade física que sempre apresenta permite que se note menos a ausência de um seis puro. Mas não chega para tudo.

Com William teremos primeiro que tudo uma barreira aos lançamentos longos melhorada. O seu posicionamento perfeito aliado à envergadura física permitirão disputar no ar, antes dos centrais terem de ser chamados, algumas bolas. Com isto permite tanto a linha defensiva ser mais alta em situações de pressão, como recuar para zonas mais profundas em alturas em que se teme bolas nas suas costas. Ficando o Pilar William como o homem do centro desta organização.

Além disso com o seu posicionamento mais recuado permite ter sempre no meio campo uma opção para circular a bola. E nessa circulação é muito relevante a capacidade de distribuição de William, que tanto permite lateralizar o jogo, como tentar um passe de ruptura pelo meio.

E espero que Jorge Jesus ainda torne o jogador melhor, ensinando-o também a usar o seu corpo e toque de bola em alguns arranques fazendo dele uma locomotiva a subir com a bola algumas vezes por jogo. Claro que aqui depois o fraco remate, único ponto fraco de William, terá de ser muito trabalhado, mas tem tempo.

O que podemos esperar de William este Fim-de-Semana?

Por agora pouco. Vem de uma lesão longa e complexa, e um período de recuperação difícil. Deverá entrar apenas na segunda parte, e ajudar a acalmar um jogo que espero já estar com uma vantagem nossa. Mas acredito que o jogo com ele ganhará logo de repente um novo perfume, e ao mesmo tempo uma nova segurança.

É para mim de longe o melhor jogador do campeonato, e vai voltar a ser um prazer vê-lo ao vivo e com as nossas cores.

Deixar uma resposta