Muita gente diz que não nos devemos chatear com as questões da imprensa. Que por vezes nos tornamos demasiado quezilentos, e que começamos a ver inimigos onde não existem. E que ligamos a coisas sem importância. Ontem foi um desses dias, e sinceramente cada vez mais acho que nos devemos chatear mesmo.

O caso aqui até é fácil de analisar. A SIC resolve fazer uma extensa entrevista, a roçar o estilo de propaganda mas isso são outros quinhentos, com o presidente do Sport Lisboa e Benfica.

Num exercício de masturbação intelectual do mesmo passa em revista todos os pontos positivos do seu mandato. Isto claro sem tocar nos pontos negativos, nem fazer questões complicadas. Era uma reportagem, não nos vamos chatear com isso.

Tal reportagem para levantar ego deveria ter sido publicada então numa data relevante. Se tivesse sido feita logo após uma conquista relevante, seria lógico. Bem, na medida do possível ao considerar lógica esta reportagem, mas adiante.

Como outra opção poderia ser o aniversário deste nosso consócio à frente do clube de Carnide. Mas depois de verificar as datas bate errado. Ele foi eleito a 3 de Novembro de 2003. E nenhuma das suas reeleições bate no dia 1 de Julho também.

E o que estava a acontecer a dia 1 de Julho? Bem a maior apresentação de sempre de um treinador em Portugal, precisamente um que deu uma nega a este Luís Filipe Vieira. Além de ser o aniversário do Sporting Clube de Portugal, e a gala que centraria as atenções mediáticas.

Tudo isto para mim numa forma de tentar minimizar o impacto das acções do Sporting Clube de Portugal. E sinceramente, acho que não estou a transformar moinhos de vento em inimigos. Além de estar bem lúcido…

2 COMENTÁRIOS

  1. Estava apenas a ser o aniversário não do maior clube de Portugal mas sim da maior “Potência Nacional” e quando se ainda é potência não se tem direito a essas coisas.. Se fosse o aniversário do maior clube Nacional e do actual Bicampeão ias ver que a história era outra..

Deixar uma resposta