Existem muitas formas de ganhar um jogo. Ontem frente ao Nacional da Madeira o Sporting mostrou aquela que mais prazer me dá. Foi a chamada vitória à Sporting.

Uma atitude que transpareceu desde inicio, em que dissemos que o jogo ia ser nosso. Sem grandes correrias. Sem grandes fintas. Mas com uma atitude mandona. Uma atitude de clube realmente grande. A bola era nossa, e seguia sempre com um objectivo claro. Fosse este a progressão, o controlo ou a procura pelo passe para golo.

Dominámos em todos os sectores, marcámos cedo, e ganhámos. Porque não pode ser todos os jogos assim?

1 COMENTÁRIO

  1. Se a equipa mantiver estes níveis de empenho, atitude e vontade de resolver os jogos o mais cedo possível, é meio caminho andado para vencermos as doze finais que nos restam e alcançarmos o objetivo proposto. Mesmo que tenhamos contra nós tudo o resto (vocês sabem do que eu estou a falar…)

Deixar uma resposta