O Sporting esta época apenas ganhou ainda um jogo oficial. Mesmo que não tenha perdido ainda, tantos empates significam muitos pontos perdidos. E com os pontos perdidos começamos a conhecer alguma contestação a Marco Silva.

Muita desta contestação são dos abutres do costume, muito calados durante o último ano porque não tiveram outra oportunidade. Mas também começa a ouvir-se o famoso tribunal de Alvalade. Juntando-se a ele os blogs e redes sociais, as novas faces vocais do tribunal.

No entanto há algo que não me podem fazer deixar de pensar, o Sporting está a jogar muito melhor este ano. Temos um problema defensivo, centrado nos defesas centrais. Não há que deixar de considerar isso. Mas o maior pecado tem sido a falha de finalização.

Tivéssemos nós marcado um terço das oportunidades criadas nos últimos jogos e estaria meio mundo eufórico. Mesmo concedendo um golo por jogo por erros dos centrais.

Os golos vão chegar. A quantidade de bolas que não entra por falta de confiança ou sorte é grande. Muitas também são falhas de decisão na altura de rematar sem dúvida, mas o resto é superior.

E é isto que me faz lembrar o futebol de Mirko Jozic e José Peseiro. Juntamente com Lazlo Boloni foram os treinadores que melhor apresentaram futebol em Alvalade desde Sir Bobby Robson. E esses dois falharam na vitória, mas sempre tiveram com uma atitude e um futebol digno dos nossos pergaminhos. Marco Silva trilha esses passos, mas ainda vamos a tempo de ver a vitória chegar.

Por agora continua a ter a minha total confiança, e este bom futebol só tem de ser concretizado em números para voltar a ter Alvalade em festa!

2 COMENTÁRIOS

  1. bolas pah. ainda ontem falei no Jozic no Robson e no Peseiro na tasca do cherba pah.. num comentário que mais parecia uma bíblia!

    concordo com tudo.. espero mesmo que Marco fique bastante tempo. gosto do futebol e espero que tenha sucesso.

    • Eu também. Mas tenho noção que os resultados decidem tudo. Agora que há muito tempo que não via um futebol tão digno do Sporting.

      Era o que me irritava no Sporting do Paulo Bento. Certinho, dava para fazer aquele segundo lugar sensaborão que não chateava os outros. Mas dava para ir ganhando uns trocados. Gosto desta energia, desta ousadia. Isto é o Sporting!

Deixar uma resposta