Normalmente quando pensamos nos grandes do Sporting lembramos os grandes nomes do futebol. Manuel Fernandes, Ronaldo, Figo, Damas, e tantos outros. Mas depois lembramos que ainda somos maiores.

Vem à nossa memória António Livramento, Carlos Lopes, Fernando Mamede, e tantos, mas tantos atletas que nos tornaram ao longo das décadas a maior potência desportiva nacional. E quanto mais olhamos para a nossa história, mais surge um nome: Mário Moniz Pereira.

Mário Moniz Pereira nasceu a 11 de Fevereiro de 1921, completando hoje os seus 94 anos. Atleta completo chegou ao Sporting Clube de Portugal em 1939 como praticante de Ténis de Mesa. E foi enquanto atleta de Voleibol que se tornou bicampeão nacional de verde e branco.

Mas mais do que atleta foi também dirigente, coordenador, treinador de diversas modalidades, e mesmo selecionador nacional de outras. Os doze jogos olímpicos onde participou como treinador e selecionador trouxeram-nos inúmeras alegrias e os nossos maiores feitos nessa prova.

O Fazedor de Campeões como é chamado já ganhou quase todas as honras do desporto português, e todas as do Sporting Clube de Portugal, ele que as merece sem a mínima dúvida. Treinador do Atletismo do Sporting Clube de Portugal desde 1945, é ainda hoje um dos mais altos responsáveis pela área.

Além de tudo isto é o nosso sócio número 2, e um simbolo de respeito de todos os Sportinguistas. Não ligado a nenhum movimento ou direcção, mas sim ao Sporting Clube de Portugal.

E do Sporting ele é uma lenda viva, uma das representações máximas do nosso lema: Esforço, Dedicação, Devoção e Glória: Eis o Sporting. E eis Mário Moniz Pereira!

Deixar uma resposta